Tempo
|
A+ / A-

Jogos Olímpicos

Marta Pen protesta e apura-se para as meias-finais de 1.500m

02 ago, 2021 - 06:13 • Redação

Portuguesa foi "bloqueada" por adversária nas eliminatórias, o que lhe custou o apuramento. Organização aceitou protesto.

A+ / A-

Veja também:


A atleta portuguesa Marta Pen Freitas apurou-se para as meias-finais de 1.500 metros dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, esta segunda-feira.

Pen tinha terminado a terceira série das eliminatórias no 10.º lugar, com o tempo de em 04.07,33 minutos, um segundo atrás da alemã Caterina Granz, última apurada. Ficara fora das meias-finais, tanto por via da classificação como pela repescagem por tempos. No entanto, o Comité Olímpico de Portugal (COP) contestou junto do juiz uma colisão irregular com a marroquina Rababe Arafi no final da prova, que a atrasou.

"A atleta que estava à minha frente parou abruptamente, quando eu ia para o ‘sprint’ final e tive de parar e retomar a prova. Felizmente, não me aleijei", descreveu Marta Pen, em declarações à agência Lusa.

O COP anunciou, mais tarde, que o protesto foi aceite pela organização, pelo que Marta Pen poderá disputar as meias-finais, na quarta-feira.

Já Salomé Afonso foi mesmo afastada, depois de ter terminado a primeira série na 13.ª posição, com o tempo de 4.10,80 minutos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+