Tempo
|
A+ / A-

Tatjana Schoenmaker

Cai o primeiro recorde do mundo individual em Tóquio 2020

30 jul, 2021 - 08:56 • Redação

A nadadora sul-africana Tatjana Schoenmaker conquistou a medalha de ouro nos 200 metros bruços com recorde mundial.

A+ / A-
Tatjana Schoenmaker foi prontamente felicitada pelas adversárias. Foto: How Hwee Young/EPAwee Young/EPA
Tatjana Schoenmaker foi prontamente felicitada pelas adversárias. Foto: How Hwee Young/EPAwee Young/EPA
Foto: How Hwee Young/EPA
Foto: How Hwee Young/EPA
Foto: How Hwee Young/EPA
Foto: How Hwee Young/EPA

Veja também:


A sul-africana Tatjana Schoenmaker estabeleceu, esta sexta-feira, o primeiro recorde do mundo individual nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Fê-lo na final de 200 metros bruços, que conquistou com o tempo de 2.18,95 minutos, menos 16 centésimas de segundo do que a marca anterior (2.18,95 minutos), que resistia há oito anos. Fora estabelecida pela dinamarquesa Rikke Möller Pederson, a 1 de agosto de 2013.

Schoenmaker nem se apercebeu logo de que tinha batido o recorde do mundo. Foi imediatamente felicitada pela compatriota Kaylene Corbett e pelas norte-americanas Lilly King e, especialmente, Annie Lazor, que conquistaram as medalhas de prata e de bronze, respetivamente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+