A+ / A-

"Chegou a hora". Depois de Porto e Benfica, Estoril acredita na conquista da Taça da Liga

25 jan, 2024 - 13:20 • João Fonseca

Alexandre Faria, presidente do Estoril, acredita que o histórico "pouco conta nas finais" e aponta à vitória frente ao SC Braga.

A+ / A-

Chegou a hora do Estoril. Depois de ter eliminado o FC Porto na fase de grupos e o Benfica na meia-final, o Estoril acredita que é possível conquistar a Taça da Liga pela primeira vez na sua história.

Alexandre Faria, presidente do Estoril, acredita que o histórico "pouco conta nas finais" e aponta à vitória frente ao SC Braga.

"O histórico não era favorável contra os anteriores. Temos toda a legitimidade para acreditar e continuar a pensar que chegou o momento de colocar o Estoril na história da competição", afirma, a Bola Branca.

O dirigente do clube lisboeta assume-se "muito feliz e orgulhoso" pela conquista inédita de chegar à final da prova.

"Estou muito feliz por tudo o que foi feito em nome da história do clube, destes jogadores, deste plantel e grupo fantástico. É uma imensa alegria aos sócios. Há muito tempo que merecíamos uma final", atira.

Na meia-final frente ao Benfica, estiveram apenas cerca de 500 adeptos do Estoril, mas já se sente "uma grande movimentação" para a final.

"Já se começou a sentir ontem, de quem esteva a assistir à meia-final querer estar na final. Muitos sócios pretendem viver este momento. Temos de criar condições para isso, é muito importante usufruir ao vivo de um momento histórico como este. Acredito que vamos ter a casa muito bem composta de amarelo", atira.

A final entre SC Braga e Estoril está marcada para este sábado, às 19h45, com relato na Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+