Tempo
|
A+ / A-

Vitória de Guimarães

Pepa desvaloriza saídas de peso em janeiro. "Outros terão oportunidade"

04 fev, 2022 - 16:41 • Redaçãi

Marcus Edwards, André André e Sacko deixaram o Vitória de Guimarães nos últimos dias de mercado.

A+ / A-

Pepa, treinador do Vitória de Guimarães, assume que o clube perdeu três jogadores influentes no mercado de janeiro, mas prefere focar-nos jogadores que ficaram e que agora terão mais oportunidades.

Nos últimos dias de janeiro, a equipa de Guimarães perdeu Marcus Edwards, André André e Sacko.

"Vou ser coerente com o que tenho dito. Estamos preparados para seguir este caminho, de apostar e lançar jovens. Perdemos três jogadores que eram influentes, o capitão André André, o Sacko, que tem uma energia muito positiva no balneário, treino e jogo, e o Marcus, que tem um talento fora de série, acima do normal", começa por dizer.

Apesar das perdas, Pepa destaca que "ficam outros jogadores que terão a oportunidade de aparecer. Somos capazes de mais e melhor, chega de balelas, podemos errar em muita coisa mas não podemos errar na paixão e entrega pelo jogo".

Bruno Gaspar e Geny Catamo chegaram ao Vitória no negócio de Marcus Edwards. O lateral ainda não está apto e o jovem extremo é "mais um para potenciar".

"O Bruno ainda não está preparado, vamos ter um bom tempo para termos o Bruno a 100 por cento porque não competia desde finais de novembro. As características dele, a personalidade e o conhecimento do clube levam-me a crer que nos vai ajudar muito. O Geny tem talento, qualidade, não teve tempo para se afirmar na Liga. Estamos cá para o ajudar a potenciar nesta segunda volta em que queremos fazer mais e melhor".

O dérbi entre Vitória de Gumarães e Sporting de Braga joga-se no Estádio D. Afonso Henriques, no sábado, às 20h30.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+