Tempo
|
A+ / A-

I Liga

Clubes limitam lotação para 5.000 para que adeptos não precisem de teste

02 dez, 2021 - 16:39 • Redação com Lusa

Paços, Gil Vicente, Vizela e Boavista adotam medida provisória para o mês de dezembro, como resposta às novas normas da DGS. Adeptos só terão de apresentar certificado de vacinação.

A+ / A-

Vários clubes da I Liga limitaram, esta quinta-feira, a lotação dos estádios a cinco mil espectadores, para que os adeptos não tenham de apresentar teste negativo à Covid-19 para assistirem aos jogos.

Paços de Ferreira, Gil Vicente, Vizela e Boavista adotaram esta medida para a próxima jornada e todo o mês de dezembro. Os seus adeptos só terão de apresentar certificado de vacinação para entrarem nos estádios.

As novas normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) de combate à pandemia ditam que o acesso a eventos desportivos com assistência superior a cinco mil espetadores, ao ar livre, e mil espetadores, em recinto fechado, está condicionado à realização de testes ao novo coronavírus, em linha com as medidas em vigor desde quarta-feira.

O Portimonense emitiu um comunicado a lembrar aos sócios que a lotação do seu estádio é inferior a cinco espetadores, pelo que "é dispensada a apresentação do teste negativo em caso de o espetador ter a vacinação completa". Assim, quem pretenda assistir ao Portimonense-FC Porto, da 13.ª jornada do campeonato, não terá de apresentar teste negativo à Covid-19 - apenas certificado de vacinação.

O Boavista, cujo estádio tem capacidade para quase 30 mil espectadores, salientou que esta limitação de lotação "visa facilitar o acesso ao estádio, na sequência das dificuldades sentidas pela grande maioria dos adeptos no agendamento, realização e pagamento dos testes obrigatórios".

Vizela, Gil e estádios com lotação inferior a cinco mil


O Vizela pretende "salvaguardar que as condições de acesso ao recinto se mantêm e dispensa apresentação de teste negativo à Covid-19".

"Medida válida já para o jogo de segunda-feira, frente ao Belenenses SAD, encontro cuja realização está em dúvida, devido ao surto de Covid-19 no clube lisboeta. A mesma vai manter-se enquanto vigorarem as atuais regras sanitárias", referem os minhotos, em comunicado.

O Gil Vicente sublinha que "tem como prioridade contar com os sócios nas bancadas" e que, para que eles possam aparecer "sem estarem reticentes", adotou a medida "que melhor permite isso".

Outros recintos, como o do Arouca e do Tondela, têm lotação inferior a cinco mil espetadores, tal como o do Portimonense.

O FC Porto vai limitar a lotação nos jogos da equipas B e da formação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+