Tempo
|
A+ / A-

Espanha. Rubiales anuncia demissão da federação de futebol

10 set, 2023 - 21:13 • Redação

A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) já tinha pedido a demissão do presidente suspenso Luis Rubiales, na sequência do caso do beijo polémico à jogadora Jenni Hermoso na final do mundial feminino de futebol.

A+ / A-

Luis Rubiales anunciou, numa entrevista a Piers Morgan, que se vai demitir do comando da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

A decisão surge três semanas depois do escândalo ocorrido na final do Mundial feminino, no qual beijou na boca a jogadora Jenni Hermoso.

"Vou demitir-me. Não consigo continuar o meu trabalho", disse.

Rubiales confirma que a decisão foi tomada após uma série de conversas. "Falar com o meu pai, com as minhas filhas. Não é uma questão em relação a mim. Os meus amigos dizem-me 'tens de te focar na tua dignidade, continuar a tua vida, porque provavelmente vais prejudicar pessoas que amas'. Quando alguém não pensa somente em si... Tive de pensar imenso nestas três semanas. Não é uma questão que me afeta apenas a mim, pode afetar outras pessoas. Por isso esta é a decisão mais inteligente a tomar".

Depois desta entrevista, saiu, entretanto, um comunicado, divulgado nas redes sociais, em que Rubiales confirma a saída do cargo na RFEF.

"Hoje transmiti ao presidente em funções, Pedro Rocha, a minha renuncia ao cargo de presidente da RFEF. Também informei que fiz o mesmo com o meu cargo na UEFA, para que a minha posição na vice-presidência possa ser substituída".

Rubiales garantiu ainda que vai fazer tudo para que "a verdade prevaleça", mas que ficar no cargo não era positivo para o futebol espanhol.

"Depois da rápida suspensão efetuada pela FIFA, mais os restantes procedimentos abertos contra mim, é evidente que não posso voltar ao cargo. Insistir em continuar não vai contribuir em nada de positivo, nem para a federação nem para o futebol espanhol", acrescentou.

A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) já tinha pedido a demissão do presidente suspenso Luis Rubiales, na sequência do caso do beijo polémico à jogadora Jenni Hermoso.

O presidente da Federação Espanhola já tinha sido suspenso pela FIFA na sequência do beijo à Jenni Hermoso na cerimónia de entregue das medalhas e da taça do Mundial de Futebol, que decorreu na Austrália e na Nova Zelândia.

O Ministério Público de Espanha anunciou esta segunda-feira que vai investigar o chamado caso Rubiales, por poderem estar em causa atos de agressão sexual.

A decisão tem em conta o facto de Hermoso ter garantido publicamente que o beijo em questão não foi por si consentido.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+