Tempo
|
A+ / A-

Brasil

Pelé "não está em risco" de vida

05 dez, 2022 - 09:59 • Redação

Filhas do avançado garantem que infeção respiratória "é grave", mas que o astro não corre risco de vida.

A+ / A-

As filhas de Pelé, Kely e Flávia Nascimento, garantem que o pai, que está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, não corre risco de vida.

Em entrevista à "Globo", as filhas do astro brasileiro de 82 anos explicam que o pai está a curar uma infeção respiratória depois de ter contraído Covid-19.

"Ele teve Covid-19 há três semanas, é vacinado com todas as doses, mas está frágil por causa da quimioterapia. Foi para o hospital por causa da infeção no pulmão, é sempre sério porque tem uma certa idade", disse.

O Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, confirmou que Pelé continua “em tratamento e o estado de saúde continua estável”.

Segundo a Folha de São Paulo, o antigo jogador do Santos vai ser transferido para uma unidade de cuidados paliativos.

Em setembro do ano passado, enquanto se submetia a uma série de exames de rotina que tinha adiado por cerca de 15 meses devido à pandemia de Covid-19, os médicos diagnosticaram a Pelé um cancro do cólon, para o qual já tinha sido operado uma vez.

Desde então, tem sido submetido a tratamentos que incluíram sessões de quimioterapia e testes mensais para verificar a eficácia contra o tumor. Nos últimos anos, a saúde de Pelé também se deteriorou por outras razões, tais como problemas na sua coluna, anca e joelho, que reduziram a sua mobilidade e o obrigaram a submeter-se a cirurgia.

O antigo jogador é considerado por muitos o melhor de sempre da história do futebol. Jogou entre 1956 e 1977, tendo passado pelo Santos e pelo New York Cosmos.

Pelé tornou-se ainda figura global com a conquista de três Campeonatos do Mundo com a seleção brasileira, em 1958, 1962 e 1970. No total, apontou 77 golos em 91 jogos disputados pela seleção brasileira.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+