Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Qatar 2022

Mais uma surpresa no Mundial. Japão derrota Alemanha

23 nov, 2022 - 14:59 • Eduardo Soares da Silva

Alemães começaram a vencer, mas os japoneses deram a volta na segunda parte. Morita não saiu do banco de suplentes.

A+ / A-
Foto: Rungroj Yongrit/EPA
Foto: Rungroj Yongrit/EPA
Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Tolga Bozoglu/EPA
 Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Tolga Bozoglu/EPA
 Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Rungroj Yongrit/EPA
Foto: Rungroj Yongrit/EPA
 Foto: Ronald Wittek/EPA
Foto: Ronald Wittek/EPA
 Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Foto: Federico Gambarini/DPA/Picture Alliance/Reuters
Foto: Federico Gambarini/DPA/Picture Alliance/Reuters
Foto: Ronald Wittek/EPA
Foto: Ronald Wittek/EPA
Doan fez o golo do emapate. Foto: Ronald Wittek/EPA
Doan fez o golo do emapate. Foto: Ronald Wittek/EPA
Takuma Asano consumou a reviravolta japonesa.  Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Takuma Asano consumou a reviravolta japonesa. Foto: Tolga Bozoglu/EPA
Neuer ainda foi disputar um canto ofensivo, mas já não valeu de nada. Foto: Friedemann Vogel/EPA
Neuer ainda foi disputar um canto ofensivo, mas já não valeu de nada. Foto: Friedemann Vogel/EPA

O Japão foi o protagonista de mais uma grande surpresa neste Mundial 2022, ao vencer, com reviravolta, a Alemanha, por 2-1.

Gundogan abriu o marcador para os alemães aos 33 minutos, de grande penalidade, depois de uma falta do guarda-redes Gonda, ex-Portimonense, sobre Raum.

Nos descontos da primeira parte, Kai Havertz fez o segundo para a "mannschaft", mas foi invalidado por fora de jogo pelo VAR.

A surpresa ficou reservada para a segunda parte. Doan empatou aos 75 minutos e Takuma Asano assinou a reviravolta. Gonda redimiu-se do erro do penálti na primeira parte e foi protagonista com várias defesas de destaque.

Depois da vitória da Arábia Saudita sobre a Argentina, é a segunda grande surpresa deste Campeonato do Mundo.

Desde 1978 que a seleção alemã não perdia um jogo no Campeonato do Mundo em que chegou ao intervalo em vantagem no marcador.

Japão lidera o grupo com três pontos e fica à espera do resultado entre Espanha e Costa Rica, jogo que arranca às 16h00.

O jogo ficou marcado pelo protesto da seleção alemã antes do jogo. O capitão e guarda-redes Neuer foi impedido pela FIFA e Qatar de utilizar a braçadeira pela igualdade, e os jogadores taparam a boca durante a fotografia de equipa.

Em comunicado, a federação afirmou que "proibir a braçadeira é como calar as nossas bocas"

"Com a nossa braçadeira de capitão quisemos dar o exemplo pelos valores que vivemos na seleção: a diversidade e o respeito mútuo. Não se trata de uma mensagem política: os direitos humanos não são negociáveis. É por isso que esta mensagem é tão importante para nós. Proibir a braçadeira é como calar as nossas bocas. A nossa postura continua a mesma", pode ler-se numa nota da federação.

[Atualizado às 15h06]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+