Tempo
|
A+ / A-

UEFA sanciona Bielorrúsia. Clubes e seleções têm de jogar em campo neutro

03 mar, 2022 - 14:19 • Redação

Decisão anunciada esta quinta-feira, após a reunião do Comité Executivo. Clubes e seleção da Bielorrúsia não terão adeptos nos jogos em que atuem na condição de visitado.

A+ / A-

A UEFA decidiu que as seleções e os clubes da Bielorrússia terão de disputar os seus jogos, na condição de visitado, em terreno neutro. A invasão da Ucrânia pela Rússia com a conivência da Bielorrússia justifica a decisão tomada pelo Comité Executivo, esta quinta-feira.

"Os clubes e seleções da Bielorrússia que participem em competição da UEFA serão obrigadas a disputar os jogos como visitados em campo neutro, com efeito imediato. Além disso, não será autorizada a presença de espectadores em jogos em que as equipas bielorrussas sejam anfitriãs", comunicou a UEFA.

O organismo compromete-se ainda a realizar "reuniões regulares de reavaliação da situação, à medida que evolui e adoptar novas decisões, se necessário".

A Bielorrússia, garantiu o Presidente Alexander Lukashenko, na terça-feira, em declarações à imprensa estatal, não se vai juntar à Rússia na invasão da Ucrânia. Alexander Lukashenko, aliado e muito próximo de Vladimir Putin, afirma que o Exército do país não está a participar na ação militar na Ucrânia nem nunca o fez.

A Bielorrússia faz fronteira com a Ucrânia e foi um dos pontos de entrada das forças russas para a invasão. Na sexta-feira, a localidade de Gomel, em território bielorrusso, recebeu a primeira ronda de negociações entre delegações da Rússia e da Ucrânia para tentar acabar com a guerra, que começou na passada quinta-feira, dia 24 de de fevereiro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+