A+ / A-

Mundial 2022

Bernardo Silva. "Quero é que Portugal ganhe"

27 nov, 2022 - 13:27 • Carlos Calaveiras

Médio do City explicou exibição contra o Gana e quer vencer o Uruguai.

A+ / A-

O médio Bernardo Silva deu “uma aula” na conferência de imprensa antes da partida contra o Uruguai para a segunda jornada da fase de grupos do Mundial. Foi o selecionador Fernando Santos quem o disse.

O jogador do Manchester City não concordou com o jornalista que lhe disse que tinha estado apagado contra o Gana e explicou porquê.

“Tenho de fazer o que o jogo pede. Se sinto que precisa de mim mais em fase de construção, apoio ao centrais, é o que tenho de fazer. Se puder dar mais apoio à frente também faço, tento puxar a malta da frente para fazer a ligação entre o ataque e as defesas para que a pressão aconteça. Vou tentar dar coisas diferentes se o jogo pedir", referiu.

Bernardo não tem dúvidas: "Fiquei satisfeito com a minha prestação contra o Gana, quando a equipa precisou acho que estive lá. Se marco menos golos, tenho menos assistências, e menos cabritos e fintas é pouco relevante. Quero é que Portugal ganhe.”

Já sobre o Uruguai - o adversário que eliminou Portugal em 2018 -, Bernardo Silva espera "um jogo diferente, nós temos 3 pontos e eles 1, é na fase de grupos. Portugal mudou mais jogadores, mas o Uruguai é uma seleção difícil, agressiva, que contra-ataca bem. Se erras exploram bem esse erro, vamos estudar a melhor forma para ganhar e conseguir a qualificação para os oitavos."

O antigo jogador encarnado tem, no entanto, dúvidas sobre a forma como a seleção de Cavani, Suarez e Darwin vai surgir em campo contra a equipa das quinas: "Não sabemos bem o que esperar, se vem pressionar alto ou dar-nos iniciativa de jogo."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+