Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Mauro Xavier

Roger Schmidt tem a "desconfiança" dos adeptos do Benfica

04 dez, 2023 - 12:45 • João Fonseca com Redação

Se não dá para ser campeão a jogar bonito, o adepto benfiquista Mauro Xavier quer ser campeão à Trapattoni.

A+ / A-

Mauro Xavier considera que, neste momento, Roger Schmidt tem a "desconfiança" dos adeptos do Benfica, pelas opções durante os jogos e pelos resultados da equipa, que no domingo empatou com o Moreirense.

Questionado, em declarações a Bola Branca, sobre se o treinador do Benfica tem a sua confiança, o conhecido adepto encarnado salienta que "a palavra 'confiança' é sempre uma palavra muito difícil".

"Eu gostava que ele conseguisse ganhar a minha confiança. Neste momento, tem a minha desconfiança. Mas é o treinador do Benfica e qualquer treinador do Benfica tem sempre o meu apoio", sublinha.

É bom ver Schmidt reconhecer erros


Apesar do momento negativo da equipa, Mauro Xavier gostou de ver Schmidt "assumir vários erros que até então dizia que não via":

"O primeiro passo para melhorar é a resolução dos erros. [Schmidt] tem vindo a cometer alguns erros. Espero que os corrija e que seja possível ir para a frente e que as coisas corram melhor para o Benfica. Agora, não estamos numa boa fase. Não adianta dizer que estamos numa boa fase, porque não estamos numa boa fase", assinala o comentador.

Sobre o jogo com o Moreirense, Mauro Xavier gostaria de ter visto o Benfica com dois avançados, na segunda parte, e que Schmidt tivesse mexido mais cedo na equipa - e que Tiago Gouveia tivesse entrado.

Contudo, prefere, agora, olhar para o que aí vem: "Temos agora alguns desafios importantes: ganhar ao Farense e, logo a seguir, conseguir o apuramento para a Liga Europa, porque é esse o objetivo que temos."

Bonito ou feio, campeão é campeão


O empate do Benfica em Moreira de Cónegos significa que o Sporting se isolará na liderança do campeonato se vencer, esta segunda-feira, na receção ao Gil Vicente. Mauro Xavier admite que este resultado "mudou um bocadinho as contas do campeonato" e logo numa altura em que o Benfica não tem enchido as medidas dos adeptos.

Ainda assim, o adepto benfiquista lembra a época 2004/05, em que Giovanni Trapattoni levou um Benfica de pouco perfume ao título.

"Lembro-me do campeonato do Trapattoni, em que ganhámos sem jogar bem. Que seja assim este ano: mesmo sem jogar bem, que se consiga ganhar o campeonato", atira, nestas declarações à Renascença.

Apesar das críticas a Roger Schmidt e à qualidade de jogo do Benfica, Mauro Xavier também dedica umas palavras à arbitragem:

"A minha maior preocupação tem a ver com o impacto das arbitragens em muitos jogos, que tem feito que a luta seja mais renhida que a realidade. Se o Benfica, muitas das vezes, não se tem encontrado bem, alguns dos nossos rivais têm sobrevivido a péssimas exibições com alguns empurrões da arbitragem, como vimos este fim de semana."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+