Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022

Qatar 2022

Quem ficou fora do Mundial? As principais ausências da seleção nacional

10 nov, 2022 - 18:45 • Eduardo Soares da Silva

João Moutinho é um dos nomes sonantes que não integraram a lista de Fernando Santos para o Mundial do Qatar. Rafa Silva abdicou da seleção, Diogo Jota está lesionado, mas há outros que ficaram de fora por opção.

A+ / A-

O dia da convocatória para a fase final de um Mundial é especial e memorável para os contemplados na lista do selecionador. Fernando Santos leva 26 jogadores para o Qatar, mas quem ficou de fora?

Diogo Jota, do Liverpool, e Pedro Neto, do Wolverhampton, eram já baixas confirmadas. Os dois avançados lesionaram-se e os períodos de recuperação não permitem a presença no Mundial.

Rafa Silva abdicou da seleção e é também baixa nas escolhas de Fernando Santos, que abriu a porta à possibilidade do regresso do avançado do Benfica, que vive um grande momento de forma.

Na baliza, Fernando Santos chamou José Sá, também do Wolverhampton, para além de Diogo Costa e Rui Patrício, que teriam o lugar assegurado. De foram ficaram Anthony Lopes, que esteve no último Mundial e nos dois últimos Europeus, para além de Rui Silva, guardião do Bétis já internacional.

As laterais também não suscitavam grandes dúvidas. Mário Rui esteve na última convocatória e destacou-se com uma assistência na vitória frente à Repúiblica Checa, em setembro, para além de ser jogador importante no líder da Serie A, o Nápoles. Ainda assim, Nuno Mendes e Raphael Guerreiro foram as escolhas.

À direita, Nélson Semedo não vive o momento de maior fulgor na carreira no Wolverhampton e não beslica as convocatórias de Diogo Dalot, do Manchester United, e João Cancelo, do Manchester City.

António Silva foi a grande surpresa da convocatória. O central de 19 anos do Benfica é chamado pela primeira vez e deixa de fora jogadores como José Fonte, campeão europeu em 2016, e Tiago Djaló, convocado recentemente por Fernando Santos.

No meio-campo, poderá ser o fim de ciclo para João Moutinho na seleção nacional. O médio do Wolverhampton é o segundo jogador mais internacional de sempre, com 146 jogos disputados pela seleção, apenas superado por Cristiano Ronaldo. Aos 36 anos, soma ainda muitos minutos pelo Wolves, mas não vai disputar o terceiro Mundial da carreira.

Florentino Luís é titular do Benfica, mas não foi suficiente para convencer Fernando Santos, que na posição de médio-defensivo optou por João Palhinha e Rúben Neves, com William Carvalho e Danilo Pereira como opções para a posição.

Renato Sanches transferiu-se para o gigante Paris Saint-Germain esta verão, mas tem tido problemas em afirmar-se, assim como algumas pequenas lesões que limitaram o tempo de jogo nesta época. Está fora do Mundial.

Por fim, Pedro Gonçalves é também carta fora do baralho. O melhor marcador do campeonato na época 2020/21 esteve na fase final do Campeonato da Europa nesse verão, mas ainda não regressou às opções.

O Mundial 2022 arranca no dia 20 de novembro. A estreia de Portugal está marcada para o dia 24, quinta-feira, às 16h00, frente ao Gana. A seleção nacional também partilha o grupo H com Uruguai (que defronta a 28 de novembro, às 19h00) e Coreia do Sul (2 de dezembro, 15h00).

O melhor resultado de sempre de Portugal em Mundiais foi o terceiro lugar de 1966, em Inglaterra. Falhou o apuramento para as quatro edições seguintes e, no regresso, em 1986, no México, não passou da fase de grupos.

Após mais três edições sem se qualificar, a seleção nacional iniciou uma série de presenças em cinco Mundiais consecutivos, que ainda dura. Ficou pela fase de grupos em 2002 e 2014, chegou aos oitavos de final em 2010 e 2018, e atingiu o quarto lugar em 2006, na Alemanha.

A Renascença acompanhará todos os jogos de Portugal no Campeonato do Mundo do Qatar, com relato em direto na antena e acompanhamento ao minuto online. Ambos disponíveis em rr.sapo.pt.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+