Tempo
|

Scolari: “Pepe está inteiro e irá jogar por muito tempo"

11 nov, 2021 - 07:22 • Pedro Azevedo

O defesa central está prestes a tornar-se no jogador mais velho de sempre a representar Portugal, com 38 anos, nove meses e 15 dias. Scolari foi o selecionador da estreia, em 2008, e acredita que Pepe está para "lavar e durar".

A+ / A-

Presença provável na equipa portuguesa, nesta quinta-feira em Dublin frente à República da Irlanda, o defesa central Pepe está prestes a tornar-se no mais velho jogador a alinhar com a camisola das quinas em 100 anos de história da seleção nacional.

O registo até agora pertencia a Vítor Damas que no jogo com Marrocos, que marcou a despedida portuguesa no Mundial do México, a 11 de junho de 1986, defendeu a baliza da seleção com 38 anos, oito meses e três dias.

Pepe nasceu a 26 de Fevereiro de 1983, em Maceió, no Brasil. Naturalizou-se português em 2008 e passou a representar a seleção portuguesa com Luiz Felipe Scolari no comando técnico da equipa. A estreia aconteceu a 31 de maio de 2008, em Viseu, num particular de preparação. Pepe foi titular e a seleção nacional venceu por 2-0. Poucos dias depois estava a jogar como titular no Europeu da Áustria e Suíça.

Hoje, Pepe é o defesa mais internacional de sempre da seleção com 122 internacionalizações. E pode tornar-se frente à República da Irlanda no jogador mais velho da história a jogar pela equipa das quinas. Luiz Felipe Scolari não esconde admiração pela qualidade e longevidade do jogador. “Acredito que jogará o República da Irlanda-Portugal com mais jovialidade do que se tivesse 18 ou 19 anos. Está inteiro e a jogar como sempre, com grande qualidade. É uma pessoa maravilhosa em todos os sentidos. Espero que possa jogar tranquilamente esse e outros jogos e que obtenha a qualificação para jogar o Mundial por Portugal”, afirma o ex-selecionador nacional, em entrevista exclusiva a Bola Branca.

Pepe estreou-se pela seleção frente à Geórgia, em Viseu, a 31 de maio de 2008 Foto: José Manuel Ribeiro/Reuters
Pepe estreou-se pela seleção frente à Geórgia, em Viseu, a 31 de maio de 2008 Foto: José Manuel Ribeiro/Reuters
A última internacionalização de Pepe foi com o Luxemburgo, a 12 de outubro de 2021 Foto: Pedro Fiúza/Nurphoto via Reuters Connect
A última internacionalização de Pepe foi com o Luxemburgo, a 12 de outubro de 2021 Foto: Pedro Fiúza/Nurphoto via Reuters Connect
Pepe está prestes a chegar ao jogo 200 pelo FC Porto Foto: Paulo Aragão/RR
Pepe está prestes a chegar ao jogo 200 pelo FC Porto Foto: Paulo Aragão/RR
Pepe foi campeão da Europa em 2016, por Portugal Foto: DR
Pepe foi campeão da Europa em 2016, por Portugal Foto: DR

As razões da primeira chamada

Em 2008, quando Luiz Felipe Scolari chamou Pepe a tempo de jogar o Europeu, o central estava a terminar a primeira época no Real Madrid, depois de três temporadas no FC Porto, onde foi outras tantas vezes campeão. “Quando o convoquei fi-lo a olhar não só para o futuro, mas pela qualidade do atleta e da pessoa e tudo o que representava no seu clube. Gosto muito do Pepe e tomara que continue como está porque pela forma como se cuida e pelas qualidades que tem, irá jogar ainda por muito tempo”, prevê Scolari.

No momento da decisão da primeira chamada de Pepe à seleção portuguesa, o central tinha 25 anos. Scolari revela as características que mais aprecia no jogador e que pesaram na escolha. “O que mais aprecio no Pepe é que é uma pessoa sincera, humilde e trabalhadora. Um jogador que sabe dos seus limites. Põe em prática toda a sua qualidade em benefício do grupo e não para si próprio. É um jogador que se entrega à seleção e ao clube para o qual trabalha. Ele é muito bom jogador. Um grande defesa que sabe que em alguns momentos precisa de tomar uma ou outra decisão numa bola mais longa, num desarme, ou de dar um chuto para a frente sem a qualidade de um passe, mas sendo um corte providencial”, detalha o treinador brasileiro.

No Mundial com quase 40 anos

Com a camisola das quinas, Pepe jogou três mundiais, quatro europeus e a Liga das Nações que a equipa das quinas venceu em 2018. Por Portugal foi campeão da Europa em 2016. Se for convocado para o Mundial de 2022, Pepe irá participar no quarto mundial da sua carreira.

Scolari aposta na presença do central no Catar. “O Pepe chegará ao Mundial com 39 anos e nove meses e chegará muito bem porque é um jogador que se cuida. Ele vai qualificar-se com Portugal e depois vai ao Mundial. E jogará muito bem no Mundial”, antevê.

Pepe tem 122 internacionalizações, é o quarto jogador com mais partidas realizadas pela seleção principal, atrás de Ronaldo (187), João Moutinho (140) e Luís Figo (127). O central luso-brasileiro está também prestes a atingir uma marca redonda no FC Porto, clube do qual é capitão. O próximo jogo de Pepe pelos dragões será o 200.º com a camisola portista.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+