Tempo
|
Da Capa à Contracapa
Os grandes temas da atualidade em debate à Terça-feira, depois das 23h, na Edição da Noite. Uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.
A+ / A-
Arquivo
O que aconteceu à blogosfera em Portugal? - Da Capa à Contracapa

Da Capa à Contracapa

O que aconteceu à blogosfera em Portugal?

09 mar, 2021 • José Pedro Frazão , Ana Marta Domingues


Quando escrever na internet não dava dinheiro, nem borlas em restaurantes, nem cremes para as rugas, o que levou milhares de Portugueses a criarem e a alimentarem um blogue? Como se explica o êxito da blogosfera e o que a fez desvanecer-se? Esta semana, no da Capa à Contracapa, vamos falar do novo retrato publicado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, A Blogosfera Portuguesa: Da Coluna Infame ao ocaso de uma era. São nossos convidados o autor do livro, Sérgio Barreto Costa; e a blogger do Bomba Inteligente, Carla Hilário Quevedo. A não perder, para ouvir à terça-feira depois das 23h15 na edição da noite da Renascença com moderação de José Pedro Frazão. O Da Capa à Contracapa é uma parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Quando escrever na internet não dava dinheiro, nem borlas em restaurantes, nem cremes para as rugas, o que levou milhares de Portugueses a criarem e a alimentarem um blogue? Como se explica o êxito da blogosfera e o que a fez desvanecer-se? Esta semana, no da Capa à Contracapa, vamos falar do novo retrato publicado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, A Blogosfera Portuguesa: Da Coluna Infame ao ocaso de uma era. São nossos convidados o autor do livro, Sérgio Barreto Costa; e a blogger do Bomba Inteligente, Carla Hilário Quevedo.

A não perder, vai ser esta terça-feira depois das 23h15 na edição da noite da Renascença com moderação de José Pedro Frazão.

O Da Capa à Contracapa é uma parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.