Tempo
|
A+ / A-

Desconfinamento

Saiba o que muda a partir de 14 de junho, nos restaurantes, cultura, desporto e transportes

09 jun, 2021 - 18:15 • Redação

Lisboa, Braga, Odemira e Vale de Cambra ficam para trás em mais uma fase de desconfinamento. Há também medidas para festas familiares e para os serviços públicos.

A+ / A-

Veja também:


O Conselho de Ministros aprovou esta quarta-feira as medidas de desconfinamento. As medidas entram em vigor a partir de segunda-feira, 14 de junho, em Portugal continental, à exceção dos concelhos de Lisboa, Braga, Odemira e Vale de Cambra, que mantêm as atuais restrições.

Na generalidade do país, será possível estar num restaurante até à 01h00 da manhã ou assistir a um espetáculo de teatro até essa hora, indica o Governo.

A passagem à nova fase de desconfinamento abrange os concelhos com nível de incidência inferior a 120 casos por 100 mil habitantes na avaliação cumulativa a 14 dias, ou menos de 240 casos nos territórios de baixa densidade.

Medidas nos concelhos que avançam

  • A mudança mais significativa verifica-se nos horários da restauração, do comércio e da cultura. A partir do dia 14 de junho, os restaurantes passam a poder admitir clientes até à meia-noite e têm de fechar até às 01h00 da manhã. Quanto à lotação, esta passa para seis pessoas no interior e dez pessoas em espaços abertos e esplanadas;
  • As festas familiares, como batizados e casamentos, passam a ter uma lotação máxima de 50%;
  • No desporto, seja treinos ou competições, profissionais ou amadoras, de formação ou de adultos, passa a ser permitida a entrada de público. Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, é "admitida a presença de público desde que com lugares marcados, distanciamento, regras de acesso e com limite de lotação correspondente a 33% da lotação total do recinto desportivo";
  • Em eventos fora de recintos desportivos, como em parques ou na rua, o comunicado refere que é admitida a presença de público "com limites de lotação e regras a definir pela DGS";
  • Em todos estes eventos, estará prevista a realização de testes obrigatórios à Covid-19, caso o número de pessoas presentes exceda "o definido pela DGS para efeitos de testagem de participantes em eventos";
  • Serviços públicos, como lojas do cidadão, passam a estar abertas ao público sem necessidade de marcação, telefónica ou online. A partir do dia 14 de junho, poderá voltar a um centro de emprego, por exemplo, sem precisar de marcação prévia. Ainda assim, essa marcação continua a ser possível, tal como já o era antes da pandemia;
  • Finalmente, nos transportes públicos (que até agora operavam com um limite de 50% da lotação), o número de pessoas também aumenta. Nos transportes coletivos de passageiros, como autocarros, comboios e barcos, o Conselho de Ministros define que deve ser assegurada uma lotação máxima de dois terços da capacidade quando há lugares sentadas e em pé;
  • Nos transportes onde só há lugares sentados (como em comboios de longo curso e autocarros com lugares previamente marcados), deixa de existir limite de lotação;
  • Já em táxis e em TVDE (transportes individuais e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados, que funcionam através de aplicações móveis), os bancos da frente continuam a estar interditos.
  • Quanto ao teletrabalho, este deixa de ser obrigatório e "passa a ser recomendado quando as atividades o permitam". Nos quatro concelhos de fora destas medidas, o teletrabalho continua a ser obrigatório sempre que for possível.

Restrições em Lisboa, Braga, Odemira e Vale de Cambra

Nos quatro concelhos onde a pandemia continua a preocupar os governantes, o desconfinamento não vai avançar. Nestes locais, continuam a vigorar as medidas de 1 de maio.

  • Os restaurantes, cafés e pastelarias podem estar abertos até às 22h30 com um limite de até seis pessoas por mesa no interior e de até dez pessoas nas esplanadas;
  • Também os espetáculos culturais têm as 22h30 como hora limite;
  • Já a generalidade dos estabelecimentos comerciais e dos centros comerciais podem ficar abertos até às 19h00 aos fins de semana, podendo manter as portas abertas até às 21h00 durante a semana;
  • Os eventos desportivos continuam a ficar inacessíveis ao público.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    10 jun, 2021 Palmela 11:38
    Pois" as peticoes nao servem pra nada!
  • Maria
    09 jun, 2021 Alemanha 21:26
    Porque motivo vindo da Alemanha onde o R desceu significativamente ainda temos de fazer Teste PCR para entrar em Portugal. ??? e de Portugal para a Alemanha chega teste Rápido

Destaques V+