Tempo
|
A+ / A-

Carminho esgota CCB para concerto a que também pode assistir em casa

30 abr, 2021 - 07:33 • Maria João Costa , Marta Grosso

A fadista reconhece que “faz falta cantar” e que o palco do CCB é especial. “Lembra-me sempre o momento em que apresentei o meu disco ‘Alma’”.

A+ / A-

A fadista Carminho sobe ao palco do Grande Auditório do Centro Cultural de Belém (CCB) nesta sexta-feira para um concerto que já tem a sala esgotada, mas que conta também com bilhetes online para poder assistir a partir de casa.

Em entrevista à Renascença, Carminho confessa as saudades de cantar em público. “É uma necessidade muito física, porque quando se canta muitas vezes torna-se algo bastante presente na vida e eu não canto há muito tempo. Faz-me muita falta, sim”.

E o CCB é especial, acrescenta. “É, realmente, um sítio onde gosto muito de cantar. As condições são maravilhosas e lembra-me sempre o momento em que apresentei o meu disco ‘Alma’, que foi o meu segundo disco, e isso vem-me sempre à memória”.

“Tenho tido o privilégio de voltar várias vezes, mas em nome próprio é sempre mais saboroso, mais gratificante”, reforça.

Neste concerto, Carminho apresenta o seu último álbum, “Maria”, cuja digressão nacional foi interrompida no ano passado devido à pandemia de Covid-19.

O concerto, uma coprodução do CCB com o Museu do Fado, está marcado para as 19h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+