Tempo
|
A+ / A-

Faith’s Night Out. “Mais do que nunca temos de levar fé e alegria às pessoas!”

25 fev, 2021 - 06:36 • Filipe d'Avillez

O evento que nos últimos anos esgotou o Centro de Congressos de Lisboa chega este ano por via digital a quem se inscrever. D. Rui Valério, Joana Carneiro e Ricardo Baptista Leite são alguns dos oito oradores.

A+ / A-

Desde que foi fundado, em 2013, o Faith’s Night Out sempre pretendeu ser um evento presencial. Nem as conferências eram filmadas e disponibilizadas à posteriori, porque o objetivo era reunir as pessoas em comunidade para ouvir testemunhos de fé.

Este ano as Equipas de Jovens de Nossa Senhora (EJNS), que organizam o FNO, tiveram de repensar o formato e por isso passaram-no a digital. Mas este não é um evento digital qualquer.

“Desde que existe esta situação da pandemia que tivemos a vontade de continuar com o nosso evento em formato presencial, porque acreditamos que é a melhor forma de manter a essência do evento, no entanto, quando percebemos que não era mesmo possível fazer em formato presencial decidimos adaptar. Não iríamos ser mais um evento a ser cancelado ou adiado por causa da pandemia”, explica Pedro Furtado Mendonça, das EJNS, que organiza esta edição.

“Mais do que nunca sentimos uma missão de levar fé, esperança, alegria e ânimo às pessoas, sobretudo neste tempo de confinamento obrigatório, este tempo difícil porque passámos, e então foi assim que transformámos o evento em formato digital.”

Contudo, apesar de terem passado para o ecrã, os organizadores do FNO não quiseram perder a dimensão comunitária do evento. “A fé tem uma dimensão comunitária, precisa de ser partilhada e é por isso que se o FNO no Centro de Congressos de Lisboa juntava 1.500 pessoas no mesmo espaço, então em casa, este ano, queremos que as pessoas se juntem, que juntem a família e com quem vivem e vivam em conjunto uma noite de fé, começando com um jantar especial, com um ambiente descontraído.”

Para ajudar a criar o ambiente festivo os jovens recorreram à ajuda de um ex-equipista, o chef profissional Pedro Sommer. “Temos ao fim da tarde de sábado uma sessão de livecooking com o Chéf Pedro Sommer, que irá ensinar a fazer quatro petiscos para que o jantar seja especial, temos uma proposta de oração para a bênção do jantar e depois, a seguir ao jantar, que as pessoas se possam juntar a nós a partir das suas casas para uma noite descontraída com oito testemunhos de fé, animação e muitas surpresas.”

Firmes na fé

Todos os anos o FNO tem um tema e este ano não será exceção, sendo o deste ano “Permanecei firmes na fé”, foi escolhido “a dedo” por causa da pandemia. “O tema foi discernido para ser atual e pertinente e sentimos que o que faz sentido é puxar pela firmeza na fé, porque esta é a mensagem que é precisa para os jovens, e não só para os jovens, para todos nós que temos fé, porque as reuniões, as celebrações e os movimentos da Igreja a que estávamos habituados que nos dessem gás e alimentassem a nossa fé e rotina de oração deixaram de existir e é por isso mesmo que queríamos fazer e manter este evento para podermos falar e viver a fé numa dimensão comunitária”, diz Pedro Furtado Mendonça.

A expetativa inicial era de conseguir ultrapassar as 1.500 pessoas a assistir ao evento, sendo que por cada inscrição, que dá direito a assistir ao evento online, todos os residentes na mesma casa podem ver as conferências, momentos musicais e outras surpresas que serão transmitidos em direto do auditório da Renascença, em Lisboa.

“Neste momento estamos perto de chegar às mil inscrições, o que significa que estamos a chegar perto das três mil pessoas, o que é bem acima do que tínhamos estipulado como objetivo e é no fundo o dobro do que conseguíamos reunir no Centro de Congressos de Lisboa”, explica o organizador.

Os oradores deste ano incluem o bispo D. Rui Valério, o deputado e médico Ricardo Baptista Leite, a maestrina Joana Carneiro e a jornalista Laurinda Alves. José Luís Ramos Pinheiro, do Conselho de Gerência da Renascença, é outro dos oradores convidados. Cada conferência tem a duração máxima de sete minutos.

As inscrições para o FNO terminam às 24h de sexta-feira e podem ser feitas online, tendo um custo mínimo de cinco euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Margarida Lemos Gome
    26 fev, 2021 Funchal 17:19
    porque sigo sempre estas palestrs

Destaques V+