Tempo
|
A+ / A-

Taça da Liga

Alan: “As finais são para ganhar”

21 jan, 2021 - 14:07 • José Barata

O antigo capitão e atual diretor das Relações Institucionais do Sporting de Braga destaca a capacidade de superação que a equipa apresentou na meia-final da Taça da Liga com o Benfica. No sábado a decisão é com o Sporting.

A+ / A-

"As finais são para ganhar", por isso o Sporting de Braga está totalmente focado na conquista da Taça da Liga pela segunda temporada consecutiva.

A ideia é expressa em Bola Branca por Alan. O agora dirigente dos minhotos elogia a exibição da equipa treinada por Carlos Carvalhal no jogo da última noite com o Benfica e garante foco total na final de sábado com o Sporting.

“O Sporting de Braga fez um jogo de superação contra o Benfica, depois de uma derrota no campeonato, porque conseguiu dar uma boa resposta perante uma equipa muito forte. Espero que os jogadores recuperem do esforço e voltem com a maior força para a final, que é para ganhar, mas sempre respeitando o adversário que também vai querer vencer. Vai ser um jogo muito difícil, mas espero que a taça venha para Braga”, deseja.

Alan elogia o trabalho do treinador Carlos Carvalhal que conseguiu acrescentar valor ao Sporting de Braga, depois do bom trabalho de Rúben Amorim.

“O mister Carlos Carvalhal é muito experiente e veio acrescentar muito ao Sporting de Braga. O Rúben Amorim fez um excelente trabalho aqui, como está a fazer no Sporting, mas o Carvalhal chegou, mostrou o esquema de jogo dele e o Braga continua a crescer, e estamos em todas as frentes e esperamos conquistar a Taça da Liga, e dar continuidade ao belíssimo trabalho que vem fazendo”, afirma.

Conhecimento de Rúben e ausências são fatores desvalorizados por Alan

Rúben Amorim, atual treinador do Sporting, conhece bem os jogadores do Sporting de Braga, mas Alan não vê nisso uma vantagem para os leões, porque atualmente tudo se sabe da cada equipa, só os detalhes podem fazer a diferença.

Alan desvaloriza, também, a ausência de alguns jogadores nas duas equipas, porque entende que ambas têm planteis extensos e com qualidade.

“Há jogadores que estão com mais jogos nas pernas e que estão muito bem, mas os outros também estão preparados, porque tanto o Sporting como o Sporting de Braga têm um plantel recheado de bons jogadores e jogam 11, e quando há 11 jogadores de qualidade as ausências não influenciam o resultado”, considera.

O Sporting-Sporting de Braga está agendado para as 19h45 de sábado e tem relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+