Tempo
|
A+ / A-

Balanço DGS

2.401 novos casos de Covid-19. Valor mais baixo desde outubro

01 dez, 2020 - 14:35 • Redação

Portugal ultrapassou a barreira dos 300 mil casos de Covid-19 desde o início da pandemia no país, em março.

A+ / A-

Veja também:


Portugal regista mais 2.401 novos casos de Covid-19 e 72 mortes em 24 horas devido à doença, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde desta terça-feira.

O número de internamentos desceu, são agora 3.275 os doentes hospitalizados (menos 67). Nos cuidados intensivos estão 521 (menos quatro).

O país ultrapassou as 300 mil infeções desde o início da pandemia . Ao todo, 300.462 pessoas já estiveram infetadas. Destas, 75.008 casos ainda estão ativos, menos 5.606 do que no boletim anterior.

A região Norte continua a liderar o número de casos (54%), segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo (22%) e depois a região Centro (15%).

Por idades, o maior aumento de foi registado na faixa 40-49, com 387 novos casos.


O plano de vacinação é apresentado quinta-feira e as medidas de confinamento para o Natal vão ser anunciadas no próximo sábado pelo Governo. Segundo António Costa, as medidas serão definidas a partir de mais uma reunião do Infarmed, que terá lugar na quinta-feira.

A nível mundial, segundo um balanço da agência France Presse, a pandemia da Covid-19 já causou pelo menos 1.468.873 mortos no mundo desde que o novo coronavírus foi descoberto em dezembro na China.

Os Estados Unidos são o país mais afetado, tanto em número de mortos como de casos, com um total de 268.103 mortos entre 13.545.792 casos, segundo o balanço da universidade Johns Hopkins.

A seguir, os países mais atingidos são o Brasil com 173.120 mortos em 6.335.878 casos, a Índia com 137.621 mortos (9.462.809 casos), o México com 105.940 mortes (1.113.543 casos) e o Reino Unido com 58.448 mortes (1.629.657 casos).

Entre os países mais afetados, a Bélgica é o que conta com mais mortos em relação à sua população, 144 por cada 100.000 habitantes, seguido do Peru (109), Espanha (96) e Itália (92).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.