Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: Governo proíbe circulação entre concelhos de 30 de outubro até 3 de novembro

22 out, 2020 - 14:28 • Redação

Três concelhos do Norte do país - Felgueiras, Paços de Ferreira e Lousada - vão ficar em confinamento parcial. Para 2 de novembro, está marcado um Dia de Luto Nacional em memória das vítimas da Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


O Governo proíbe circulação entre concelhos de 30 de outubro até 3 de novembro, no fim de semana do Dia de Fieis Defuntos, foi esta quinta-feira anunciado. A medida insere-se no combate à pandemia de Covid-19.

"O Conselho de Ministros aprovou a proibição de circulação em diferentes concelhos do território continental no período das 00h00 de 30 de outubro até às 24h00 de 3 de novembro, o fim de semana correspondente ao Dia dos Fiéis Defundos, dia de Finados", afirmou a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, no final da reunião do executivo.

“Cada cidadão não pode circular entre concelhos, como aconteceu no passado”, revelou a ministra, explicando que a medida entra em vigor entre as 00h00 de 30 de outubro, vigorando até 3 de novembro.

A decisão de limitar a circulação de passageiros surge pouco mais de uma semana após o Conselho de Ministros ter anunciado o regresso do estado de calamidade.

O Governo esclarece que quem precisar de se deslocar entre 30 de outubro e 3 de novembro, quando estará proibida a circulação entre concelhos, necessita de uma declaração, sendo as exceções as mesmas que foram aplicadas na Páscoa.

Também vai ser declarado um Dia de Luto Nacional, a 2 de novembro, em honra das vítimas da covid-19.

Medidas especiais no Vale do Sousa

O Conselho de Ministros aprovou, ainda restrições e "medidas especiais para os concelhos de Felgueiras, Paços de Ferreira e Lousada no âmbito da situação de pandemia".

"Nestes três concelhos foram aprovados o dever de permanência no domicílio com exceção de um conjunto de atividades, como tinha acontecido no passado em 19 freguesias de Lisboa, para trabalhar, frequentar a escola e um conjunto de outras atividades."

O Governo decreta também "a proibição de quaisquer eventos com mais de cinco pessoas nestes três concelhos".

Todos os estabelecimentos devem estar encerrados nestes três concelhos, às 22h00.

Nestes três concelhos, o teletrabalho é obrigatório para todas as funções que o permitam.

Estão suspensas as visitas a lares e estabelecimentos de cuidados continuados ou funcionamento de centros de dia.

Está proibida a realização de feiras ou mercados.

EVOLUÇÃO DA COVID-19 EM PORTUGAL

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Filipe
    22 out, 2020 évora 23:27
    Os jagunços da política andam a baixar o pau , utilizando uma lei de bases da proteção civil que nada tem haver com a realidade presente . Decretam contra a Constituição e contra a votação em Assembleia da Republica . Devem ser presos , já , por crimes contra a humanidade .Julgados em Tribunal Penal Internacional pelo genocídio de cidadãos de Portugal indefesos , nas mãos de gente maldosa .