Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Fátima vai ter cerca de seis mil pessoas na peregrinação de outubro

30 set, 2020 - 18:00 • Filipe d'Avillez

A DGS deu luz verde ao plano de contingência. O Santuário informa que será obrigatório o uso de máscara durante as celebrações.

A+ / A-

Veja também:


O Santuário de Fátima teve luz verde da Direção-geral da Saúde para realizar a peregrinação de outubro com cerca de seis mil fiéis no recinto.

Num comunicado divulgado pelo Santuário informa-se que serão feitas marcações no chão, formando espaços circulares onde poderão permanecer um número limitado de pessoas coabitantes.

" De acordo com os planos efetuados, estimamos uma presença de cerca de 6.000 pessoas no recinto, numa área útil de 48 000m2, o que equivale a uma média de 8m2 por pessoa", explica o Santuário.

O limite de cerca de 6.000 pessoas fica muito aquém da capacidade do Santuário, que fora de pandemia acolhe frequentemente centenas de milhares de peregrinos.

"O acesso ao Recinto de Oração é feito por oito entradas, com diversos meios de controlo. As deslocações no recinto só podem ser feitas nos corredores assinalados. Todos os movimentos são constantemente monitorizados através dos meios de videovigilância, de modo a permitir em tempo real, decisões que sejam necessárias para controlo de situações de potencial risco,. Os peregrinos que desejarem participar nas celebrações da noite do dia 12 e da manhã do dia 13, só poderão entrar no recinto nas entradas devidamente assinaladas, e daí serão conduzidos por acolhedores para as áreas de ocupação de acordo com os critérios estabelecidos e aí deverão permanecer até saírem do Recinto de Oração. Serão estes acolhedores que monitorizarão os espaços de forma a garantir que as vias de circulação fiquem desimpedidas para uma fácil deslocação dos peregrinos", diz ainda o comunicado.

O Santuário informa ainda que será obrigatório o uso de máscara durante as celebrações, mesmo no espaço do recinto ao ar livre.

Fonte da DGS contactada pela Renascença deixou grandes elogios ao plano desenhado pelos responsáveis do Santuário. As autoridades da saúde aprovaram o plano, mas deixaram avisos para se ter atenção às concentrações na entrada para o Santuário e também para os momentos da comunhão, quando existe maior probabilidade de as pessoas se aglomerarem. A GNR estará, como de costume, de serviço no local para garantir a segurança dos fiéis e o cumprimento das regras.

A DGS recomenda ainda que pessoas com problemas de saúde e que sejam de grupos de risco, ou que tenham estado em contacto com casos positivos, não se desloquem a Fátima.

A peregrinação de outubro será presidida pelo bispo de Setúbal e atual presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Ornelas.

Este é o primeiro grande evento em Fátima desde o 13 de Maio, que foi vivido, pela primeira vez na história, sem a presença de peregrinos no recinto do Santuário.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.