Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Mais 399 casos e duas mortes em Portugal

27 ago, 2020 - 14:30 • Ricardo Vieira , Marta Grosso

Desde o dia 10 de julho que não havia registo de tantas infeções em 24 horas.

A+ / A-

Veja também:


Portugal registou mais duas mortes e 399 novos casos de infeção por Covid-19 nas últimas 24 horas, indica o boletim epidemiológico revelado nesta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde 10 de julho que não se verificava tantos casos diários.

O número total de óbitos aumenta, assim, para 1.809 e o de infeções para 56.673 desde a chegada do novo coronavírus ao país, no início de março.

No que toca a doentes recuperados, há mais 173 desde quarta-feira, o que eleva o total para 41.357.

Portugal conta, assim, com 13.507 casos ativos (mais 224). A taxa de letalidade global mantém-se nos 3,2%, sendo que até agora já morreram mais homens (912) do que mulheres (897). Já o número de infetados, é superior entre as mulheres (31.209) do que entre os homens (25.464).

Nesta altura, há 317 pessoas internadas por causa de complicações associadas à Covid-19 (mais seis do que na quarta-feira), das quais 35 estão em unidades de cuidados intensivos (menos três do que ontem).


Distribuição da pandemia pelo país


Por causa da pandemia, todas as regiões de Portugal ficam em estado de contingência a partir de 15 de setembro, anunciou a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, nesta quinta-feira. O objetivo é "definir, preventivamente, um conjunto de regras" face ao regresso às aulas e ao trabalho.

[notícia corrigida - maior número de casos desde 10 de julho e não 16]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    27 ago, 2020 Lisboa 16:42
    Festas ilegais bares e discotecas a fintar a legislação em "espertezas saloias" regresso de turistas vindos de países com mais covid que cá e que para continuarem a vir nem sequer são testados quando cá entram cansaço e ideias erradas seja de que a "pandemia passou" ou "é uma doença que só ataca velhos". Juntem tudo, acrescentem a irresponsabilidade de uns, a ignorância de outros e a ganância de mais uns tantos, acrescentem instituições com mensagens confusas e permissividade com os prevaricadores e está o "balho armado"
  • Ocioso Augustus
    27 ago, 2020 15:00
    Por acaso a taxa de letalidade está nos 3,19%,mas ok, já sabemos que os arredondamentos dão jeito aos nossos objectivos

Destaques V+