Tempo
|
A+ / A-

Morato defende continuidade de Mathieu na "estrutura" do Sporting

25 jun, 2020 - 13:03 • Rui Viegas

Antigo capitão e central do Sporting fala de um momento "triste" com o fim prematuro da carreira do francês, gravemente lesionado num joelho. E pede um substituto semelhante a Mathieu. Morato, ex-jogador ainda do Belenenses, aposta na tripla no dérbi, esta sexta-feira, da Cidade do Futebol.

A+ / A-

António Maurício Morato, ex-central do Sporting, sugere a continuidade de Jeremy Mathieu na "estrutura" do clube. O defesa francês anunciou, quarta-feira, o fim da carreira, após sofrer uma grave lesão num joelho, aos 36 anos.

Ouvido por Bola Branca, Morato considera que Mathieu seria útil aos leões, nomeadamente estando perto das camadas jovens. E sustenta a sua opinião.

"Acho muito bem que isso aconteça. Ainda há pouco o vi a ensinar os miúdos dos iniciados do Sporting. E tem esse à vontade para ajudar o Sporting naquilo que ele sabe, o que não é pouco", afirma o antigo defesa, de 55 anos, que lamenta o "pendurar das chuteiras" prematuro do gaulês ex-Valencia ou Barcelona.

"É muito triste, depois de um trajeto tão bom que ele teve, acabar a carreira da maneira que acaba. Fazia falta ao balneário do Sporting. Com a sua experiência, podia ir ensinando os miúdos. Ia ser útil ao Sporting até final deste campeonato e, para ele, foi uma forma muito triste de terminar. Ainda por cima da maneira que é", reforça, ao mesmo tempo que aponta Luís Neto como a primeira alternativa a Mathieu, no atual plantel às ordens de Rúben Amorim.

Sporting tem de contratar central experiente no defeso

Sem Mathieu, Ilori, Neto e Coates são os centrais "naturais" do Sporting para o que resta de 2019/20. De acordo com António Morato, os jogadores disponíveis podem dar conta do recado até ao fim da época, mas - visando a próxima - a SAD verde e branca terá de investir num novo nome para o eixo da defesa. Com uma "nuance" na hora da contratação: um central experiente, à semelhança do francês.

"Teria de ser um daqueles centrais experientes, porque, juventude a mais também é complicado. Os mais novos sabem jogar futebol, mas isso não chega. Têm de ter a experiência em vários aspetos do futebol. Veja-se o exemplo do Benfica", alerta o antigo jogador, nesta entrevista a Bola Branca.

"Tripla" na Cidade do Futebol

Formado no Sporting, António Maurício Morato esteve na equipa A dos leões entre 1983 e 1989. Em 90/91 jogou pelo Belenenses. Pelo meio (89/90) representou o FC Porto.

A horas do dérbi de Lisboa entre azuis de Petit e leões de Amorim, a contar para a ronda 28 da Primeira Liga, o ex-capitão de equipa sportinguista aposta num "jogo de tripla".

"Pelos jogos que tenho visto desde a retoma, são todos jogos de tripla. Parece a pré-época. O Belenenses-Sporting será, novamente, um jogo de tripla", finaliza Morato.

O dérbi lisboeta está agendado para sexta-feira, às 19h15. O jogo tem relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt. O Sporting é 3.º classificado, com 49 pontos, e o Belenenses SAD está no 14.º lugar, com 30.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.