Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Hospital D. Estefânia tem 14 crianças internadas, duas em cuidados intensivos

25 mai, 2020 - 14:02

Diretora-geral da Saúde recusa associar casos em crianças ao processo de desconfinamento. "É muito prematuro para tirar ilações", afirma.

A+ / A-

Veja também:


A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, esclarece que o Hospital D. Estefânia, em Lisboa, tem 14 crianças internadas com Covid-19, duas delas em cuidados intensivos, com doenças crónicas associadas.

"O Hospital D. Estefânia recebe doentes de todo o sul do país e tem 14 crianças internadas, três delas vieram de outras regiões. Duas estão em cuidados intensivos e têm doenças crónicas graves. São crianças muito pequenas, mas não sei dizer se têm menos de um ano", explica.

A diretora-geral da Saúde prefere não associar estes casos como uma consequência do desconfinamento.

"É muito prematuro e precoce para associar ao desconfinamento. São variações em relação aos outros dias, mas não podemos tirar uma ilação direta ao desconfinamento. Casos nas crianças estão a acompanhar a tendência da população geral, que é decrescente", explica.

Portugal contabiliza 30.788 casos confirmados de Covid-19, mais 165 nas últimas 24 horas, 17.822 casos recuperados e 1.330 óbitos devido ao novo coronavírus, o que representa um aumento de 14 em relação a domingo.

Dados divulgados esta segunda-feira, no boletim epidemiológico diário da Direção-Geral da Saúde (DGS), revelam que há 223 concelhos portugueses com, pelo menos, três casos confirmados do novo coronavírus.

Sintra (+72) - que soma 179 novos casos em apenas uma semana -, Lousada (+16), Seixal (+11), Moita (+10), Loures (+9) e Almada (+9) são os concelhos com maior aumento no número de infetados nas últimas 24 horas, segundo a lista da DGS.

Lisboa ocupa o topo da tabela com um total 2.182 infetados com o novo coronavírus, seguida de Vila Nova de Gaia (1.552), Porto (1.347) e Matosinhos (1.269). Dos 223 concelhos com pelo menos três casos confirmados de Covid-19, 181 não registam aumento no número de infetados face ao dia anterior.

Em todo o mundo, a Covid-19 já infetou mais de 5,5 milhões de pessoas e causou cerca de 347 óbitos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+