|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

​Ar condicionado transmite a Covid-19? Associação do setor garante que não

12 mai, 2020 - 21:08 • Marina Pimentel

A ventilação é mais importante do que nunca e os aparelhos de ar condicionado “são uma arma para combater a doença”, diz a APIRAC. Nas recomendações que fez para a reabertura de creches, estabelecimentos de ensino e clínicas, a DGS defende que o ar condicionado não seja usado como sistema de recirculação do ar, apenas como extrator.

A+ / A-

Veja também:


A Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado (APIRAC) desmente que o ar condicionado seja um veículo de propagação do novo coronavírus.

O presidente da APIRAC, Fernando Brito, diz que a informação não tem base científica e defende que o ar condicionado não deve ser desligado.

“Quer na informação dada pela OMS quer na das entidades que a nível mundial e europeu tratam das questões técnicas, quer ainda na do instituto europeu que trata destes assuntos, em nenhum lado em li que se deve desligar os aparelhos de ar condicionado”, diz o dirigente da associação patronal que congrega as empresas relacionadas com a energia térmica.

Fernando Brito defende que “é um erro desligar o ar condicionado, numa altura em que mais do que nunca é preciso ventilar”.

Espera por isso que essa não seja a recomendação que vai constar do manual de boas práticas que a Direção Geral da Saúde (DGS) se prepara para divulgar. O dirigente associativo diz que o setor “ainda não foi ouvido, mas espera que ainda venha a acontecer”.

Nas recomendações que fez para a reabertura de creches, estabelecimentos de ensino e clínicas, a DGS defende que o ar condicionado não seja usado como sistema de recirculação do ar, apenas como extrator.

O presidente da APIRAC contrapõe que “a utilização dos aparelhos de ar condicionado apenas no modo extração só é possível nos grandes edifícios”.

Fernando Brito alerta que nas creches e infantários desligar os aparelhos de ar condicionado pode representar um risco para a saúde das crianças.

“Com a aproximação dos meses mais quentes de Verão, as temperaturas vão subir para os 30-32 graus, sujeitar crianças a um choque térmico é muito pior do que a eventualidade, que não está comprovada, de haver partículas do vírus no ar condicionado”, argumenta.

No comunicado divulgado esta terça-feira, a APIRAC diz que “é completamente falso que o ar condicionado transmite a Covid-19” e defende que, pelo contrário, os aparelhos de ar condicionado “são uma arma para combater a doença”.

O boletim diário da Direção-Geral da Saúde regista 1.163 mortes (mais 19 em 24 horas) e 27.913 casos positivos (mais 234) provocados pelo novo coronavírus.

O número de pacientes recuperados dispara. O relatório desta terça-feira mostra que 3.013 pacientes recuperaram da doença, mais 464, o que representa um valor recorde num dia.

Mapa da Covid-19

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.