Papa no Domingo de Ramos. Em tempos de pandemia, “a vida mede-se pelo amor”

05 abr, 2020 - 15:46 • Sofia Freitas Moreira (edição) Vatican News (imagens)

Numa celebração inédita, Francisco presidiu sozinho à missa do Domingo de Ramos, dentro da Basílica de São Pedro totalmente vazia de fiéis. “O drama que estamos a atravessar impele-nos a levar a sério o que é sério. A vida mede-se pelo amor”, disse o Papa na homilia. No final da missa e da oração do Angelus, Francisco referiu-se de modo especial aos jovens portugueses, porque este domingo estava prevista a passagem da Cruz dos jovens do Panamá para os jovens de Lisboa.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.