Tempo
|
A+ / A-

Espanha regista 674 mortes em 24 horas. É o número mais baixo dos últimos dez dias

05 abr, 2020 - 10:35 • Redação

O número desce há quatro dias consecutivos e é o mais baixo desde 26 de Março.

A+ / A-

Veja também:


Morreram 674 pessoas em Espanha nas últimas 24 horas, o registo mais baixo verificado no país desde 26 de março, segundo os dados atualizados pelo Ministério da Saúde.

No sábado, tinham falecido 809 pessoas, o que representa uma redução de 135 óbitos. No total, morreram já 12.418 pessoas.

Há mais 6.023 casos confirmados, num total de 130.759 infetados. Espanha continua a ser o segundo país do mundo com mais casos de Covid-19. Os Estados Unidos da América são o país mais afetado, com mais de 300 mil casos confirmados.

Na Espanha registam-se ainda 38.080 casos curados do novo coronavírus. No sábado, o Primeiro-ministro Pedro Sánchez decidiu alargar o estado de emergência em Espanha até 26 de abril.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou cerca de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 64 mil. Dos casos de infeção, cerca de 246 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos: Espanha e Itália são os países com mais vítimas mortais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.