|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

MotoGP

Valentino Rossi doa milhares de euros a hospital para ajudar luta ao coronavírus

12 mar, 2020 - 20:29 • Redação

Doação do piloto italiano de MotoGP ajudou à aquisição de 20 ventiladores adicionais, para combate à pandemia de Covid-19.

A+ / A-

O piloto Valentino Rossi terá doado centenas de milhares de euros ao Hospital Marche Nord, de Pésaro, em Itália, para ajudar à aquisição de 20 ventiladores adicionais, para combate à pandemia de coronavírus.

Segundo a ANSA, o italiano fez uma "generosa doação económica" ao hospital. Contudo, o piloto de MotoGP não foi o único.

Maria Capalbo, chefe da unidade hospitalar, confirmou que "vários empresários e cidadãos privados" abriram uma associação "com o único propósito" de ajudar o hospital a fazer frente à emergência do coronavírus.

"Graças a esta contribuição, já chegaram os primeiros ventiladores, essenciais para os cuidados intensivos do nosso hospital", referiu.

A Itália é o segundo país mais afetado pelo surto de coronavírus, com 15.113 casos confirmados e 2.651 mortes.

Coronavírus em Portugal


Esta quinta-feira, subiu para 78 o número de casos confirmados de infeção por Covid-19 em Portugal, segundo a Direção-Geral de Saúde (DGS).

A DGS comunicou, também, que, em Portugal, atingiu-se um total de 637 casos suspeitos, desde o início da pandemia, 133 dos quais ainda a aguardar resultados laboratoriais.

Face ao aumento de casos, a Liga Portugal e a Federação Portuguesa de Futebol ordenaram a suspensão do campeonato por tempo indeterminado.

A DGS, que tem um microsite com informações sobre a doença, recomenda como principais medidas de prevenção a frequente lavagem de mãos. Em caso de possível contágio, a indicação é ligar para o SNS 24 (808 24 24 24) e evitar deslocações aos serviços de saúde.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.