|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ministro garante. Portugal não vai recorrer a fundos comunitários para exploração de lítio

12 fev, 2020 - 09:40 • André Rodrigues , Carla Caixinha

O presidente do Observatório de Economia e Gestão de Fraude está contra os planos de exploração em Portugal.

A+ / A-

O ministro do Ambiente desmente o presidente do Observatório da Economia e Gestão da Fraude. À Renascença, Matos Fernandes garante que Portugal não vai recorrer a fundos comunitários para a exploração de lítio.

“Aparece o senhor de um observatório a dizer umas coisas. Nunca esteve em causa que a exploração do lítio pudesse, em momento algum, beneficiar de fundos comunitários. Não faço a mais pequena ideia de onde arrancaram essa ideia absolutamente peregrina”, garante.

É a resposta do Governo ao presidente do Observatório de Economia e Gestão de Fraude que disse à Renascença que a quantidade de reservas de Lítio em Portugal não justifica a rentabilidade económica, admitindo que o projeto de que se fala para Montalegre possa ter como objetivo fraude com fundos europeus.

O ministro do Ambiente lembra ainda que Portugal é dos países do mundo e da Europa que tem mais reservas de lítio. “É um recurso absolutamente indispensável para nos descarbonizar.”

Mas para o presidente do Observatório de Economia e Gestão de Fraude, Óscar Afonso, face “à evolução dos preços, à dimensão das reservas e com os custos fixos e variáveis associados ao projeto”, não consegue perceber como é que pode ser viável.

Só num contexto extremo, em que acabem as reservas mundiais, é que admite a aposta numa exploração, por exemplo, em Montalegre.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo Anastacio
    12 fev, 2020 Leiria 16:04
    Quem acredita nesta personagem ?