|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Bispo do Porto admite referendo sobre a eutanásia

04 fev, 2020 - 11:34 • André Rodrigues , Filipe d'Avillez

A Conferência Episcopal tem recusado pronunciar-se a favor ou contra um referendo, mas D. Manuel Linda diz que falta fazer um “amplo debate nacional” sobre o assunto.

A+ / A-

O bispo do Porto, D. Manuel Linda, defendeu esta terça-feira a possibilidade de se fazer um referendo sobre a eutanásia.

À margem de uma visita a Castelo de Paiva, o bispo lamentou que o Parlamento esteja a preparar-se para legalizar a eutanásia em Portugal.

Esta não é uma lei qualquer, sublinha D. Manuel Linda. “Legitimidade política, ninguém duvida que o Parlamento tem. Mas aproveitar uma maioria momentânea para fazer aprovar uma lei não será o maior percurso para sintonizar com a sociedade. Não é a mesma coisa que aprovar uma outra lei, sobre qualquer outro assunto.”

Questionado sobre se a resposta será fazer um referendo, o bispo diz que a solução é fazer-se um “amplo debate nacional, que não foi feito, e que não está a ser feito”, mas que “se não for de outra forma, é um referendo”.

Apesar de estar a decorrer uma iniciativa popular para obrigar o Parlamento a discutir a possibilidade de se fazer um referendo sobre a eutanásia, e do PSD estar a debater internamente a mesma solução, a Conferência Episcopal Portuguesa tem-se recusado a defender esse caminho, embora tenha dito que se vai comprometer “de corpo e alma” na luta contra a eutanásia e sua legalização em Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • António Silva
    04 fev, 2020 12:46
    Está enganado Senhor Bispo. Nem este parlamento, nem nenhum outro tem legitimidade politica para um assunto como a eutanásia. Porque a Vida não é um assunto de politica. É por essas e por outras intervenções do Clero, que a Igreja se vai esfumando…..Valha-nos Deus, é o que resta implorar. Espero que a RR tenha a coragem de publicar este comentário.