A+ / A-

Segundo barco com 365 migrantes pede a Malta e Itália para desembarcar

19 ago, 2019 - 13:00 • Lusa

Responsável da SOS Méditerranée pede para ser acionado um “mecanismo de desembarque” acordado a nível europeu.
A+ / A-

O navio “Ocean Viking” fretado pelos Médicos sem Fronteiras (MSF) e SOS Méditerranée aguarda, nas proximidades de águas territoriais de Itália e Malta, autorização para desembarcar as 365 pessoas resgatas ao largo da costa líbia.

As autoridades de La Valeta responderam não ter responsabilidades no assunto porque os resgates foram efetuados fora das águas territoriais de Malta e o governo de Roma não respondeu ao pedido.

Sophie Rahal, responsável da SOS Méditerranée, disse que tem de ser acionado um “mecanismo de desembarque” acordado a nível europeu.

A mesma responsável afirmou que a bordo do “Ocean Viking” não se verificam situações de emergência entre os 365 migrantes, mas que as pessoas precisam de desembarcar o mais rapidamente possível.

Por outro lado, as equipas da MSF realizaram 130 consultas, sendo que 60 pessoas necessitaram de cuidados médicos nas últimas horas.

De acordo com a organização Médicos Sem Fronteiras há casos de sarna a bordo.

Sobre o navio “Open Arms”, Sophie Rahal disse que a SOS Méditerranée “não contactou outros países”.

Itália não autoriza que o navio, com 107 pessoas a bordo, se aproxime da ilha de Lampedusa e as autoridades espanholas avançaram como alternativa as ilhas Baleares.


legislativas 2019 promosite
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.