A+ / A-
Greve dos Motoristas

Postos de combustíveis com reservas entre 40% e 50%

11 ago, 2019 - 20:04 • Redação

Aeroportos de Lisboa e Faro com reservas para os próximos dias. Entidade Nacional para o Setor Energético monitoriza reservas de combustíveis no país.
A+ / A-

Veja também:


Os postos de abastecimento de combustíveis estão com as reservas entre os 40% e os 50% antes de começar a greve dos motoristas, anunciou este domingo o presidente da Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), Filipe Meirinho.

Durante uma ronda operacional realizada pelo primeiro-ministro, António Costa ouviu o responsável pela ENSE dizer que os 321 postos da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA) estão com níveis entre os 40% e os 50% e continuam a ser abastecidos.

Durante a greve dos motoristas de matérias perigosas e mercadorias, que começa às zero horas desta segunda-feira, a REPA contará com serviços mínimos de 100%, mas haverá um limite de 15 litros para viaturas ligeiras.

Alguns postos da REPA estão exclusivamente disponíveis para abastecer as viaturas das forças de segurança, bombeiros e proteção civil.

A ENSE está a acompanhar a situação em todos os postos do país, num total de 3.046. De acordo com Filipe Meirinho, as “bombas de gasolina” não REPA estão, atualmente, com reservas entre entre 40% e 45% e também continuam a ser abastecidos. Aqui, o limite será de 25 litros durante a greve.

Filipe Meirinho deixa uma mensagem de alguma tranquilidade e confiança na contagem decrescente para a paralisação que está a deixar o país em suspenso.

"Os tanques foram novamente reabastecidos e, neste momento, há produto junto dos consumidores e ainda postos de abastecimento que ainda hoje estão a ser abastecidos, não normalmente porque é domingo, mas estão a receber produto e, de alguma forma, a equilibrar o consumo que está a ser feito", afirma.

Aeroportos de Lisboa e Faro “completamente abastecidos”

O presidente da ENSE garantiu que o aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, tem combustível para quatro dias e o aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, para três.

Estão "completamente abastecidos", afirmou Filipe Meirinho nos esclarecimentos prestados durante a visita do primeiro-ministro.

O Algarve, que no verão recebe centenas de milhares de turistas, é outro dos pontos sensíveis. A ENSE adianta que os hospitais e unidades hoteleiras da região têm, atualmente, gás suficiente nos depósitos "para sete ou oito dias".

Venda de combustíveis duplica em agosto

O presidente da Entidade Nacional para o Setor Energético adianta que a venda de combustíveis “disparou mais do dobro” em agosto, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

A contribuir para esta subida expressiva está a corrida aos combustíveis dos últimos dias, com os automobilistas a prevenirem-se para a greve dos motoristas e a encherem os depósitos.

Durante a semana, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Correia, tinha afirmado que as vendas tinham aumentado cerca de 30%.

Durante a ronda operacional deste domingo, o primeiro-ministro avisou que, apesar dos serviços mínimos, os consumidores vão sempre sentir o impacto da greve e devem adotar comportamentos que permitam poupar gasolina ou gasóleo.


guialiga19_20_banner
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.