|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ciclone Idai

INEM dá por terminado apoio em Moçambique

07 mai, 2019 - 18:56 • Filipe d'Avillez

Os 52 profissionais do INEM que responderam ao ciclone Idai ajudaram um total de 1.656 pessoas.

A+ / A-

O INEM anunciou esta terça-feira o fim da sua missão em Moçambique, de apoio às vítimas do ciclone Idai.

Segundo o comunicado do INEM, enviado à Renascença, ao longo de um mês as equipas do Instituto Nacional de Emergência Médica assistiram um total de 1.656 pessoas.

O trabalho do INEM desenvolveu-se sobretudo em Mofambisse, província de Sofala, onde ajudaram a melhorar as condições do centro de saúde.

O instituto informa ainda que a maior parte das pessoas que ajudou sofriam de problemas de gravidade menor, mas que houve ainda 195 casos de patologias relacionadas com trauma e 151 de infeções respiratórias, febre, diarreia ou outras.

Houve ainda 81 casos diagnosticados de doenças como malária, tuberculose ou varicela.

No total, estiverem em Moçambique 52 profissionais do INEM.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.