|
A+ / A-

Papa. Proteção de menores na Igreja é "ato de forte responsabilidade pastoral"

17 fev, 2019 - 12:34 • Redação

Na semana em que o Vaticano decide aplicar a pena de redução ao estado laical ao antigo cardeal McCarrick, Francisco reafirma a proteção dos menores como um “desafio urgente do nosso tempo”.

A+ / A-
Papa. Protecção de menores na Igreja é “ato de forte responsabilidade pastoral”
Papa. Protecção de menores na Igreja é “ato de forte responsabilidade pastoral”

“Convido a rezar por esta conferência”, pediu o Papa, este domingo, referindo-se ao encontro com os presidentes de todas as Conferências Episcopais, na próxima semana.

Em debate, o tema da proteção de menores na Igreja, depois de ter sido confirmada a pena de redução ao estado laical ao antigo cardeal norte-americano Theodore Edgar McCarrick.

A notícia foi conhecida no sábado e confirma a decisão anterior do Congresso da Congregação para a Doutrina da Fé.

McCarrick foi considerado culpado de solicitação de natureza sexual durante o sacramento da confissão e de atos de natureza sexual com menores e adultos – o que o comunicado refere como “pecados contra o Sexto Mandamento” – com “a agravante de abuso de poder”.

Era dos clérigos mais influentes dos Estados Unidos.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.