A+ / A-

Venezuela impede entrada de malas diplomáticas. GOEs regressam a Portugal

04 fev, 2019 - 22:48 • Redação

Contactado pela Renascença, o Ministério dos Negócios Estrangeiros não comenta a notícia.
A+ / A-

Oito elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP terão regressado a Portugal depois de as autoridades venezuelanas terem impedido o desembarque das malas diplomáticas no aeroporto de Caracas, avança a RTP.

Na bagagem seguiam as armas dos agentes que integravam a missão de reforço de proteção das instalações da embaixada e do consulado na Venezuela.

Contactado pela Renascença, o Ministério dos Negócios Estrangeiros não comenta a notícia.

Os oito elementos dos GOE tinham chegado no domingo a Caracas, numa altura em que o país vive um braço de ferro político entre o Presidente interino, Juan Guaidó, e o Presidente de facto, Nicolas Maduro.

Esta segunda-feira, Portugal e vários países europeus reconheceram Juan Guaidó como Presidente interino encarregue de convocar eleições livres e justas.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.