|
A+ / A-

Messi e Maradona pedem continuação das buscas por Emiliano Sala

25 jan, 2019 - 15:12 • Redação

Os dois astros argentinos uniram-se ao apelo, assim como o sportinguista Acuña. O avião em que Sala seguia desapareceu na segunda-feira, quando viajava de França para o Reino Unido.

A+ / A-

Lionel Messi e Diego Maradona juntaram-se à vaga de estrelas do futebol que têm pedido a continuação das buscas por Emiliano Sala, avançado argentino que seguia no avião que, na noite de segunda-feira, desapareceu dos radares quando voava de França para o País de Gales.

Na quinta-feira, as autoridades britânicas revelaram que as buscas por Sala não iriam continuar e que a possibilidade de encontrar o jogador com vida era "extremamente remota". As reações não tardaram, entre elas da irmã de Sala, e à corrente de pedidos para que as buscas continuem juntaram-se Messi e Maradona.

No Instagram, o avançado argentino do Barcelona publicou uma imagem de Sala, com a seguinte mensagem: "Até à última possibilidade há um sopro de esperança, pedimos, por favor, que continuem à procura de Emiliano Sala. Envio toda a minha força e apoio à família e amigos."

Na mesma rede social, Maradona pediu que "não deixem de procurar" Sala, salientando que "a esperança nunca morre".

Emiliano Sala, de 28 anos, tinha regressado a Nantes para se despedir dos companheiros, depois de ter sido comprado pelo Cardiff, por 17 milhões de euros. Durante a viagem de volta ao Reino Unido, na noite de segunda-feira, algures sobre o Canal da Mancha, o avião privado em que seguia desapareceu dos radares.

Sportinguista Acuña entre as estrelas argentinas

Marcos Acuña, jogador do Sporting, é um dos muitos jogadores argentinos e outras personalidades de futebol que se juntaram ao apelo para que as buscas por Emiliano Sala e pelo piloto não sejam interrompidas.

Entre eles estão, também, nomes como Gianluigi Buffon, Gonzalo Higuaín, Sergio Aguero, Mario Balotelli e Nicolás Otamendi, ou o presidente do Málaga, Abdullah Al Thani, juntaram-se à causa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.