Tempo
|
Jacinto Lucas Pires-Henrique Raposo
Um escritor, dramaturgo e cineasta e um “proletário do teclado” e cronista. Discordam profundamente na maior parte dos temas.
A+ / A-
Arquivo
Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo - Empréstimos sem garantia da CGD - 23/01/2019
Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo - Empréstimos sem garantia da CGD - 23/01/2019

H. Raposo

CGD. "As 'Wall Street' do mundo vivem num bolha amoral"

23 jan, 2019


Comentadores da Renascença debatem situação da Caixa Geral de Depósitos, a propósito da auditoria feita ao banco público que revela que foram concedidos mais de mil milhões de euros em empréstimos sem garantias.

O comentador da Renascença Henrique Raposo critica a falta de moralidade no mundo da alta finança. A propósito da auditoria feita à Caixa Geral de Depósitos que revela que foram concedidos mais de mil milhões de euros em empréstimos sem garantias, Raposo questiona também a inconsequência destes atos.

"As 'Wall Street' do mundo vivem numa bolha amoral onde não há consequêcias dos seus atos", diz, acrescentando: "vestem Armani, mas parecem garotos a jogar Monopólio".

Raposo diz ainda que a sociedade trata "estas pessoas como se fossem garotos inimputáveis".

Ainda sobre este assunto, o escritor Jacinto Lucas Pires considera que é uma boa oportunidade para uma reflexão sobre a necessidade de um grande banco público e em que termos deve existir.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.