Tempo
|
A+ / A-

Europeias 2019

"O que a Europa faz por mim". UE quer mostrar-lhe o que já ganhou ou tem a ganhar com ela

14 nov, 2018 - 15:35

Num eurobarómetro recente, 68% dos cidadãos europeus considerou que o seu país beneficiou com a pertença ao bloco.

A+ / A-

Quando faltam pouco mais de seis meses para as eleições europeias, que em Portugal terão lugar a 26 de maio do próximo ano, o Parlamento Europeu lançou esta quarta-feira um novo sítio web para mobilizar o eleitorado do bloco.

Intitulado "O que a Europa faz por mim", o site, inaugurado hoje pelo presidente do Parlamento Europeu (PE), Antonio Tajani, propõe-se explicar aos cidadãos europeus como é que a União Europeia contribui para as suas vidas e tem impacto nelas.

Através de exemplos concretos, o objetivo do PE é demonstrar o impacto positivo da União Europeia no dia-a-dia dos seus cidadãos, isto depois de, num eurobarómetro recente, divulgado em outubro, 68% dos inquiridos ter considerado que o seu país beneficiou com a pertença ao bloco regional.

"Os europeus perguntam o que a UE faz por eles. Este novo sítio web do Parlamento Europeu fornece respostas claras e sem jargões. Será um instrumento valioso para aproximar a Europa dos cidadãos", garantiu Tajani na apresentação do projeto.

O site está dividido em três secções com notas de uma página cada. Na secção "Na minha região", pode selecionar o local onde vive e/ou onde trabalha, de entre 1.400 localidades em todos os Estados-membros da UE, e assim perceber como é que o projeto europeu está presente nele.

"Na minha vida" encontra informações sobre o impacto da UE nas famílias, nos cuidados de saúde, nas viagens, na segurança, nas escolhas dos consumidores ou nos direitos sociais, entre outros, abrangendo ainda diferentes setores profissionais e atividades de lazer.

Na terceira secção,"Em destaque", estão incluídas informações sobre as políticas europeias, sobre os grandes temas em debate no Parlamento Europeu na atual legislatura e sobre as perspetivas para o futuro.

Atualmente com cerca de 1.800 notas, o site interativo e multilingue vai receber mais material ao longo dos próximos meses.

Entre 23 e 26 de maio, todos os cidadãos de todos os Estados-membros da UE vão ser chamados às urnas para elegerem quem querem que os represente no Parlamento Europeu durante os próximos cinco anos.

O plebiscito vai ter lugar num momento de crescentes divisões dentro do bloco, sob o fantasma da desintegração da UE e perante a iminente saída do Reino Unido. Recentemente, o Presidente de França, Emmanuel Macron, sublinhou mesmo que "o futuro da Europa vai jogar-se nos próximos cinco anos" e que as eleições vão marcar o início dessa fase.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+