A+ / A-

António Costa. “Compromisso de máxima lealdade” ao novo Presidente

24 jan, 2016 - 22:45 • Carlos Calaveiras

Primeiro-ministro lamentou elevado valor da abstenção e elogiou a derrota das candidaturas populistas.
A+ / A-

O primeiro-ministro felicita Marcelo Rebelo de Sousa, vencedor das eleições presidenciais, e deseja-lhe o “maior sucesso pelo mandato”. Numa declaração em São Bento, António Costa reafirma ao novo Presidente eleito o “compromisso de máxima lealdade e plena cooperação”.

“Em nome do Governo, quero felicitar o senhor professor Marcelo Rebelo de Sousa como vencedor das eleições presidenciais e formular votos sinceros dos maiores sucessos no exercício do mandato que hoje lhe foi conferido pelos portugueses”, disse.

O governante lamentou “o valor muito elevado da abstenção”. No entanto, logo a seguir, o líder do executivo congratulou-se “pelo facto de, ao contrário do que vem acontecendo em outros países europeus, os portugueses terem rejeitado claramente as candidaturas populistas e que se apresentavam como anti-sistema”.

Este indicador, de acordo com António Costa, revela “uma saudável confiança de que é no quadro democrático - e só no quadro democrático - que encontramos respostas para as ansiedades, os desgostos e problemas que temos pela frente e que temos todos juntos resolver”.

O primeiro-ministro deixou ainda palavras de agradecimento aos 59 mil cidadãos que estiveram hoje nas mesas de votos e aos responsáveis pela administração eleitoral “pela forma como decorreu sem incidentes” o nono ato eleitoral para Presidente da República após o 25 de Abril de 1974.



legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • zita
    25 jan, 2016 lisboa 08:03
    E quem fala assim não é gago. O senhor que chegou ao poder não por mérito, isto é, por vencer eleições, mas por ser mais esperto, oportunista etc. Que leia os resultados, se fosse inteligente lia como mais uma derrota, por muitos, mas como é esperto e oportunista, lerá como uma vitória à sua maneira!
  • Zita
    25 jan, 2016 lisboa 07:54
    Mais uma vitória inequívoca da esquerda!???!!!???
  • Laranjeira
    25 jan, 2016 Lisboa 01:22
    Olha este a esquivar-se! Aparece como "primeiro-ministro" a dar as boas vindas ao novo presidente para que o secretário-geral do "piésse" não venha dar a cara pelas derrotas das várias candidaturas socialistas. O manhoso! Que grande mafioso...
  • Lucinda
    25 jan, 2016 Lisboa 00:02
    O povo já estava dorido antes das ultimas eleições de tanta pancada levar mas acabou-se.
  • rosinda
    24 jan, 2016 palmela 23:22
    o povo ficou dorido nas ultimas eleiçoes o povo nao gosta der enganado!