Leoa mata mulher na reserva do "encantador de leões"

01 mar, 2018 - 13:09

Uma mulher de 22 anos foi atacada por uma leoa até à morte na África do Sul, na reserva de vida selvagem de Dinokeng. A leoa estava solta sob a supervisão de Kevin Richardson, conhecido mundialmente como "encantador de leões", pela relação próxima que tem com os animais selvagens ao seu cuidado na reserva. A mulher estaria a tirar fotografias fora do carro, após uma entrevista com o diretor da reserva, localizada perto de Pretória.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.