Marcelo lamenta que "um ou outro português distraído" veja ovação em Luanda como vaia

27 set, 2017 - 10:45

O Presidente português lamentou, em Luanda, que haja "um ou outro português distraído" que tenha considerado como uma vaia a ovação que Portugal recebeu do povo angolano. Marcelo Rebelo de Sousa falava esta terça-feira à noite para a comunidade portuguesa residente em Angola, momentos antes de deixar Luanda, onde participou na cerimónia de investidura do novo Presidente de Angola, João Gonçalves. O Presidente português foi assobiado e aplaudido na tomada de posse, algo que foi interpretado por alguns meios de comunicação, incluindo a Renascença, como uma vaia. Porém, os assobios foram ouvidos noutros momentos da cerimónia como manifestação de aplauso (e não de crítica).
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.