O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Brasil. Supremo confirma investigação a Temer por corrupção

18 mai, 2017 - 18:33

Presidente tem negado qualquer actuação incorrecta, mas deverá falar por volta das 20h00, hora de Lisboa.
A+ / A-
Temer "apanhado" a autorizar suborno. Já há um pedido de "impeachment"

O Supremo Tribunal Federal do Brasil autorizou a abertura de um inquérito ao Presidente Michel Temer, avançou esta quinta-feira a TV Globo. O pedido terá sido feito pela Procuradoria-Geral da República.

Michel Temer deve fazer uma declaração pública por volta das 20h00 por Lisboa.

O caso ganhou novos contornos quando Joesley Batista, um dos proprietários do grupo J&F, que tem negócios na banca e nos sectores alimentar, pecuária, do papel e da televisão, gravou uma conversa com Temer, alegadamente ocorrida no dia 7 de Março. O empresário disse ao chefe de Estado brasileiro que estava a dar ao ex-deputado Eduardo Cunha e ao operador financeiro Lúcio Funaro uma mesada na prisão para que ambos ficassem calados. Segundo o jornal “Globo”, Michel Temer terá respondido: "Tem que manter isso, viu".

De acordo com o jornal “Folha de São Paulo”, o Palácio do Planalto nega que Michel Temer tenha cometido qualquer irregularidade.

O gabinete do chefe de Estado garante que Temer “jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio de Eduardo Cunha”, que em Março deste ano foi condenado a mais de 15 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de capitais.

Pouco depois da notícia da gravação ser conhecida, o deputado brasileiro Alessandro Molon, do partido Rede, formalizou na quarta-feira um pedido de destituição contra o Presidente do Brasil, Michel Temer, na secretaria-geral da Câmara Baixa do parlamento.

"Já protocolei um pedido de 'impeachment' [destituição] de Michel Temer com base nesta denúncia, nessa delação [da JBS], que trata do pedido de manutenção do pagamento de suborno para Eduardo Cunha para que ele manter o seu silêncio", disse o deputado, num vídeo divulgado na rede social Facebook.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • mendes
    18 mai, 2017 braga 22:15
    vc quem foi que te disse que temer e da direita pelo que sei lula dilma e temer sao do mesmo circulo politico
  • AAAA
    18 mai, 2017 LX 19:56
    O BRASIL É OUTRO PORTUGAL, MAS EM DIMENSÃO MUITO MAIOR. OS TITULARES DOS MAIS ALTOS CARGOS PÚBLICOS SÃO UNS VIGARISTAS E CORRUPTOS, TAL COMO EM PORTUGAL. COM UMA DIFERENÇA: É QUE NO BRASIL JÁ COMEÇAM A SER PRESOS E EM PORTUGAL A JUSTIÇA É TOTALMENTE INEFICIENTE.
  • vc
    18 mai, 2017 vc 19:46
    Que esperavam de um DIREITINHA com cara de "Santo invertido"? Venha o julgamento. mas rápido. para haver Justiça nesse Brasil fabuloso que bem precisa dela. .