Tempo
|
A+ / A-

Ao fim de 118 dias de greve, atores de Hollywood chegam a acordo com estúdios

09 nov, 2023 - 01:00 • João Malheiro

Na sexta-feira, o comité nacional da SAG-AFTRA vai votar para aprovar em definitivo o acordo.

A+ / A-

O sindicato que representa os atores de Hollywood (SAG-AFTRA) chegou a um acordo provisório para os próximos três anos com os principais estúdios da indústria do Cinema.

Com as negociações completas, a greve dos atores, que atrasou várias produções de filmes e séries norte-americanas, termina esta quinta-feira.

Já na sexta-feira, o comité nacional da SAG-AFTRA vai votar para aprovar em definitivo o acordo.

A greve terminará assim 118 dias depois de ter começado, numa luta que durou praticamente quatro meses.

Na segunda-feira, os estúdios tinham apresentado "a última e melhor proposta" aos atores, onde previa o uso da imagem de estrelas mortes, através do uso de inteligência artificial, sem ter de pagar ou pedir permissão às famílias. Numa contrarresposta, a SAG-AFTRA terá apresentado ajustes a estas cláusulas que terão sido aceites pelos estúdios.

Segundo a "Variety", o acordo é o primeiro na história a proteger atores do uso de inteligência artificial e implicará também um aumento em 7% dos mínimos a pagar aos intérpretes. A confirmar-se, é um aumento dois pontos percentuais acima dos acordos alcançados tanto pelos realizadores, como pelos argumentistas norte-americanos.

Ainda não se sabe mais detalhes sobre o acordo alcançado.

O verão em Hollywood foi marcado também pela greve dos argumentistas, que começou mais cedo que a dos atores e terminou a 27 de setembro, depois de 148 dias de luta laboral.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+