A+ / A-

Música

Rolling Stones estão de volta 18 anos depois do último álbum

05 set, 2023 - 08:53 • Lusa

"Vamos falar do novo álbum, de nova música, de uma nova era", partilhou a banda britânica nas redes sociais.

A+ / A-

A banda britânica Rolling Stones vai lançar um novo álbum de originais, intitulado "Hackney Diamonds", o primeiro desde "A Bigger Bang", de 2005, e desde a morte do baterista Charlie Watts.

O anúncio foi feito através das redes sociais na segunda-feira e mais detalhes vão ser partilhados na quarta-feira, num evento em Hackney, uma zona de Londres, onde os membros da banda Mick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood vão ser entrevistados pelo apresentador de televisão norte-americano Jimmy Fallon.

"Vamos falar do novo álbum, de nova música, de uma nova era", pode ler-se na publicação da banda sobre a conversa com Fallon, que acontece às 14h30 (hora de Lisboa).

De acordo com um comunicado dos Rolling Stones, citado pela Associated Press, "Hackney pode estar no centro de "Hackney Diamonds", mas este é um momento verdadeiramente global que queremos partilhar com os fãs por todo o mundo via YouTube".

A concretização do anúncio segue-se a uma campanha em que o logo do grupo foi projetado em várias cidades, como Nova Iorque e Paris, e do lançamento de um "site" específico para o álbum.

Os Rolling Stones formaram-se em 1962, em Londres, mantendo atividade contínua -- e popularidade -- desde então, algo sem paralelo na história da música popular, como recorda a entrada do grupo na Enciclopédia Britânica.

Depois de "A Bigger Bang", de 2005, o grupo lançou um disco de versões de "blues" intitulado "Blue & Lonesome", que conquistou um Grammy para melhor álbum daquele género, o segundo recebido pela banda de "Sympathy for the Devil", depois de "Voodoo Lounge" ter ganhado o prémio de melhor disco de rock.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+