A+ / A-

Cinema indiano

Porto volta a ser cenário de um filme de Bollywood

29 ago, 2023 - 12:58 • João Pedro Quesado

"Jailed" conta a história de uma jovem que vem estudar para Portugal e é presa injustamente. Ribeira vai ser palco de cenas noturnas, filmadas a 30 e 31 de agosto.

A+ / A-

A cidade do Porto faz parte dos cenários de um novo filme de Bollywood. As gravações da indústria do cinema indiano arrancam esta terça-feira a 31 de agosto.

O Porto recebe, a partir de hoje, a rodagem do filme "Jailed", uma produção de Bollywood com realização de Vishnu Vardhan. O cineasta venceu em 2022 os prémios IIFA (International Indian Film Academy) e Filmfare - uma das cerimónias mais prestigiadas da indústria cinematográfica indiana.

De acordo com a Câmara Municipal do Porto, "Jailed", que estreia ainda este ano na Ásia, acompanha uma jovem "que se muda para Portugal para estudar na Universidade de Coimbra, mas é presa injustamente, e o seu namorado, que viaja da Índia para provar a inocência da estudante".

Segundo o município portuense, a cidade vai receber filmagens de cenas de exteriores em locais como a Avenida dos Aliados, a Rua dos Clérigos e a Rua das Flores. Esta terça-feira, a Rua 31 de Janeiro é o palco das gravações - o acesso aos estabelecimentos comerciais está "assegurado", diz a Câmara Municipal, e não há novos cortes de trânsito, que já foi interrompido devido às obras da Metro do Porto.

Nos dias 30 e 31 de agosto, a produção desloca-se para a Ribeira, "numa zona delimitada, em horário noturno".

A rodagem do filme decorre com o apoio logístico da Filmaporto, e integra uma equipa de 85 técnicos, "entre os quais vários profissionais da cidade".

O Porto já recebeu, em 2017, as gravações de um filme de Bollywood. "Paisa Vasool", um filme de ação indiano com cenas gravadas no centro histórico da cidade, estreou em setembro do mesmo ano. Em 2018, foi a vez de outro filme, "War".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+