Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Música portuguesa

Álbum "Portuguesa", de Carminho, editado nos EUA

31 jul, 2023 - 20:09 • Lusa

Álbum vai sair no dia 18 de agosto, nos Estados Unidos. Fadista inicia no dia 6 de outubro, em Boston, uma digressão por nove palcos norte-americanos e canadianos.

A+ / A-

O mais recente algum da fadista Carminho, "Portuguesa", vai ser editado nos Estados Unidos em agosto, iniciando a intérprete uma digressão pela América do Norte em outubro, divulgou hoje a sua promotora.

O álbum "Portuguesa", que inclui entre outros temas "O Quarto" (Carminho/Fado Pagem, de Alfredo Marceneiro), vai sair no dia 18 de agosto, nos Estados Unidos, pela etiqueta Nonesuch, e a fadista inicia no dia 06 de outubro, em Boston, nos Estados Unidos, uma digressão por nove palcos norte-americanos e canadianos.

O álbum foi editado em Portugal em março passado, tendo sido gravado ao longo dos últimos dois anos, mas em particular na primavera de 2022, e conta com vários autores convidados, como Rita Vian, que compôs "Simplesmente ser", Luísa Sobral, em "Sentas-te ao meu lado", Joana Espadinha, em "Ficar", e o músico brasileiro Marcelo Camelo, que escreveu "Levo o meu barco no mar".

Do alinhamento deste sexto álbum de Carminho fazem parte ainda "Meu amor marinheiro", de António Campos e Joaquim Pimentel, uma criação da fadista Saudade dos Santos (1938-2015), e "Alcântara Vem Cantar" (José da Silva Nunes e Jorge d"Ávila), marcha de Alcântara, em 1969, gravada por Amália Rodrigues (1920-1999).

Depois de Boston, onde Carminho se apresenta no Berklee Performance Center, a artista atua no dia 8 de outubro no South Orange Performing Arts, de Nova Jérsia e, no dia seguinte, sobe ao palco do City Winery, em Chicago.

No dia 12, a intérprete de "Saia Rodada" (Diogo Clemente/Valter Rolo) canta no Bing Concert Hall, em Stanford, e, no dia seguinte, no San Francisco Jazz Center, em São Francisco, e fecha as atuações nos palcos dos Estados Unidos em Los Angeles, com um espetáculo no Luckman Fine Arts, no dia 14.

Carminho passa a fronteira e no dia 15 atua no Centennial Theatre, em Vancouver, no Canadá, onde tem ainda agendados espetáculos no Théâtre Outrmont, em Montreal, no dia 18 de outubro, e no St. Lawrence Centre for the Arts, em Toronto, no dia 21.

Nesta digressão Carminho é acompanhada pelos músicos André Dias, na guitarra portuguesa, Flávio César Cardoso, na viola, Pedro Geraldes, na guitarra, Tiago Maia, no baixo, e João Pimenta Gomes, no mellotrón (teclado eletromecânico, que usa sons pré-gravados em fitas magnéticas ajustados a cada nota).

O CD "Portuguesa" surgiu cinco anos depois de "Maria", nos qul a fadista já assinava também alguns temas.

Carminho nasceu no meio das guitarras e das vozes do fado. Filha da fadista Teresa Siqueira, estreou-se a cantar em público aos doze anos, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, tendo cantado na casa de fados que os pais geriam, "O Embuçado", em Lisboa.

Editou o primeiro álbum em 2009, "Fado", ao qual se seguiram "Alma" (2012), "Canto" (2014), "Carminho canta Tom Jobim" (2016) e "Maria" (2018).

Ao longo da sua carreira, a fadista tem gravado e cantado com artistas de outras áreas musicais, nomeadamente com os brasileiros Chico Buarque, Milton Nascimento e Marisa Monte, o espanhol Pablo Alborán e os portugueses HMB e Bárbara Bandeira.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+