A+ / A-

Gastronomia, empadas e tapetes. A tradição sai à rua em Arraiolos

24 out, 2022 - 17:53 • Rosário Silva

Mostra gastronómica decorre de 28 de outubro a 6 de novembro.

A+ / A-

Os sabores da cozinha arraiolense voltam a estar à mesa entre 28 de outubro e 6 de novembro, na 21ª Mostra Gastronómica do concelho de Arraiolos, que acontece no Pavilhão Multiusos, a par do 13º Festival da Empada.

O convite é “para degustar os pratos típicos e os doces conventuais, a par dos sabores e temperos antigos, incluindo as ervas aromáticas, que entram na cozinha para apaladar a “Empada de Arraiolos”, cujo registo da marca é um ato importante para salvaguardar referências dos usos e costumes, que fazem parte do nosso património cultural e identitário”, explica, em comunicado enviado à Renascença, a Câmara Municipal de Arraiolos.

O município lembra que a gastronomia arraiolense, juntamente com os famosos Tapetes e a “Empada de Arraiolos”, “constituem um incentivo importante para a dinamização da economia local”.

Esta edição promete ser bem docinha, já a autarquia alentejana vai dar também a conhecer vários produtos da sua doçaria, como os “Pasteis de Toucinho”, as “Cavacas do Vimieiro” e o “Nógado do Vimieiro”, entre outros bolos e doces tradicionais com história no concelho.

“Dar a conhecer e promover o fabrico de produtos locais com relevo pela sua originalidade, bem como pela ligação, tradição e presença em acontecimentos sociais de relevo, casamentos ou festividades cíclicas”, é o que se pretende, viabilizando, por outro lado, “o processo de valorização e registo que dê aos produtos e aos produtores o lugar merecido na doçaria de Arraiolos”.

A autarquia continua a incentivar o registo e criação de uma marca junto do Instituto Nacional da Propriedade Industrial, I.P. , como forma de “diferenciar e qualificar estes produtos, permitindo um reconhecimento das iguarias que sábias mãos e receitas antigas passaram como arte das avós para as mães.”

Para quem visitar Arraiolos entre 26 de outubro e 6 de novembro, é a oportunidade de conhecer o que de melhor tem o concelho do distrito de Évora, nomeadamente “o Tapete de Arraiolos, a gastronomia, o património edificado, a cultura no seu todo e, ainda, o Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+