Tempo
|
A+ / A-

Festival Summer Fest regressa à Ericeira com Burna Boy e Trippie Redd

29 jun, 2022 - 14:19 • Lusa

No primeiro dia da 12.ª edição do festival, na sexta-feira, atuam no palco principal Mobbers, Riot, T-Rex, Piruka, IAMDDB e Burna Boy.

A+ / A-

O festival Summer Fest regressa à Ericeira, em Mafra, na sexta-feira e no sábado, após dois anos de pausa, com um cartaz que inclui Burna Boy, Trippie Redd e o espetáculo de hip-hop "Eixo Norte-Sul".

Tal como tantos outros festivais de música, o Sumol Summer Fest não se realizou em 2020 nem em 2021, devido às restrições impostas pelo combate à pandemia da covid-19. Após uma pausa forçada, o festival está de volta ao Ericeira Camping com um cartaz que inclui concertos, mas também aulas e atuações de dança.

No primeiro dia da 12.ª edição do festival, na sexta-feira, atuam no palco principal Mobbers, Riot, T-Rex, Piruka, IAMDDB e Burna Boy.

Para o palco secundário estão agendadas as atuações de Cíntia, Mike el Nite e Von Di, estes dois últimos em DJ "set".

No segundo dia, sobem ao palco principal do Sumol Summer Fest RDD, Phoenix RDC, Lon3r Johnny, Nenny, o espetáculo "Eixo Norte-Sul" e Burna Boy.

"Eixo Norte-Sul", destaca a organização, vai mostrar "o que de melhor se está a fazer na música urbana de Norte e Sul do país".

A "equipa do Norte", liderada por Mundo Segundo, integra os "rappers" Maze, Ace, Deau e Virtus e os DJ Guze e Spot. Já a "equipa do Sul", liderada por Xeg, integra os "rappers" Chullage, Sir Scratch, Kappa Jota, Deezy e o DJ Big.

O espetáculo será dividido em duas partes, sendo que na primeira "haverá apenas uma regra a cumprir: ter um palco a participação de todos os elementos da equipa", com o objetivo de "criar momentos únicos, em temas originais dos intervenientes, ou explorando até novas rimas e "beats".

A segunda parte do espetáculo conta com as duas equipas juntas em palco.

Entretanto, "para assinalar este momento tão especial", foi disponibilizado "online" o tema "Eixo Norte-Sul", que junta todos os artistas envolvidos no espetáculo.

Pelo palco secundário, passam no segundo dia do festival Russa, Shaka Lion e Flaca, os dois últimos em DJ "set".

Em cada dia de festival, o Jazzy Dance Camp irá apresentar dois blocos de aulas, de kuduro, funk brasileiro, dance hall e hip hop, entre outros estilos, aos quais se seguem atuações das "crews" (grupos) Jazzy Dance Crew, Lil Malaikés e Soujah Fighters.

Segundo a organização, os bilhetes adquiridos para as edições de 2020 ou 2021 são válidos para a edição de 2022, sem necessidade de troca ou emissão de novo ingresso.

Os passes de dois dias podem ser comprados com opção de campismo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+