Tempo
|
A+ / A-

​Audiências Rádio. 4,6 milhões ligados no Grupo Renascença Multimédia

22 dez, 2021 - 19:52 • Redação

O programa “Três da Manhã”, com Ana Galvão, Joana Marques e Inês Lopes Gonçalves, reforça de novo a audiência e está no Top 3 dos programas da manhã na rádio nacional.

A+ / A-

Cerca de 4,6 milhões de pessoas ouvem as rádios do Grupo Renascença Multimédia (Renascença, RFM e Mega Hits), indica o Bareme Rádio da Marktest.

O programa “Três da Manhã”, com Ana Galvão, Joana Marques e Inês Lopes Gonçalves, reforça de novo a audiência e está no Top 3 dos programas da manhã na rádio nacional.

A Renascença volta a crescer no seu público-alvo, entre os 35 e 54 anos, e reforça a posição nas classes A/B.

Nesta vaga do bareme, a Renascença sobe também nos Quadros Médios e Superiores. A Renascença confirma mais uma vez a liderança entre as rádios generalistas e informativas no mercado português.

No que respeita ao digital, a Renascença atinge em novembro mais de 576 mil pessoas e ocupa a segunda posição do ranking, no que aos sites de rádio diz respeito.

A RFM, com praticamente 3,5 milhões de ouvintes, alcança o maior valor de reach semanal de sempre e bate o seu recorde de audiência acumulada de véspera.

A RFM lidera também nesta última vaga do Bareme de 2021, em Share de Audiência, atingindo 24,6%.

O “Café da Manhã” da RFM sobe de novo e é preferido diariamente por mais de 900 mil pessoas.

No plano digital, a RFM lidera o ranking NetAudience dos sites de rádio, pelo décimo mês consecutivo, com mais de 1 milhão e 114 mil pessoas a visitar o seu site.

A Mega Hits atinge semanalmente mais de 800 mil jovens portugueses e subiu, particularmente nos 15/34 e também nos estudantes.

No universo digital, a MEGA HITS tem em novembro mais de 54 mil pessoas a visitar o seu site, está à frente da sua concorrente direta neste ranking e regista um aumento de 16% face ao mês anterior.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+