A+ / A-

​Rolling Stones vão continuar após a morte de Charlie Watts

27 ago, 2021 - 12:30 • Redação

Mick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood iniciam digressão pelos Estados Unidos no dia 26 de setembro, com um concerto na cidade de St. Louis.

A+ / A-

Os Rolling Stones vão continuar após a morte do baterista Charlie Watts. A confirmação de uma digressão pelos Estados Unidos foi anunciada esta sexta-feira.

Mick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood dão o pontapé de saída da tournée no dia 26 de setembro, com um concerto na cidade de St. Louis.

“As datas dos Rolling Stones vão avançar como estava previsto”, anunciou a promotora Concerts West, em comunicado.


A digressão “No Filter” tem 12 concertos agendados. Estava prevista para 2020, mas acabou por ser cancelada devido à pandemia de Covid-19.

Antes da morte de Charlie Watts, os Rolling Stones já tinham anunciado, a 4 de agosto, que o baterista de sempre da banda não iria integrar a digressão por motivos de saúde.

Steve Jordan vai ocupar o lugar de Charlie Watts na bateria do grupo britânico nesta digressão pelos Estados Unidos.

Charlie Watts, o emblemático baterista dos Rolling Stones, morreu na terça-feira, em Londres.

O músico natural de Londres, que faz parte das páginas douradas da história do rock, tinha 80 anos e era considerado o membro mais discreto dos Rolling Stones.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+